​O prêmio "​The Best" da FIFA é uma das maiores conquistas que um jogador pode ganhar. Dentre tantas estrelas do futebol, ser coroado como o melhor jogador do ano é uma honra imensurável. Porém, muitas vezes gostaríamos que tal honraria pudesse ser dividida, ou até não concordamos com o resultado. Pensando nisso, nós do ​90min listamos abaixo 7 jogadores que, no mínimo, mereciam entrar na discussão para ganhar o prêmio de melhor jogador do mundo da FIFA, mas não ganharam. Confiram!



Raúl - Real Madrid - 2001/2002

FUSSBALL: ABSCHIEDSSPIEL fuer Juan Antonio SAMARANCH, Lausanne

Começamos nossa lista com Raúl, que ganhou quase tudo em 2001, levando em conta prêmios coletivos e individuais. É claro que o espanhol conquistou os mesmos títulos que Luis Figo,  sendo ambos companheiros de equipe naquele ano. O português viria a ganhar o prêmio. A questão é que o espanhol foi escolhido como melhor jogador da La Liga e melhor atacante da UEFA, assim como artilheiro da La Liga e da ​Champions League. É discutível que ele merecia ter ganhado.


Thierry Henry - Arsenal - 2003/2004

Thierry Henry of Arsenal attempts to control the ball while being challenged by Ronnie Wallwork of West Bromwich Albion

A temporada 2003/04 foi umas das melhores na brilhante carreira de Henry. Fez parte da histórica campanha do Arsenal na Premier League, quando o time terminou o campeonato invicto, conquistando o título. Foi também artilheiro da competição com incríveis 30 gols, além de ter ganhado inúmeros prêmios individuais. O vencedor daquele ano, porém, foi Ronaldinho Gaúcho.


Xavi e Iniesta - Barcelona - 2009/2010

FBL-EUR-C1-JUVENTUS-BARCELONA-FINAL-TROPHY

Xavi e Iniesta tiveram os mesmos títulos coletivos naquela temporada. Ambos ganharam também a Copa do Mundo de 2010 com a seleção espanhola. Muitos dizem que um dos dois deveriam ter levado o prêmio ao invés de ​Lionel Messi naquele ano.


Sneijder - Inter de Milão - 2009/2010

Wesley Sneijder,Blerim Dzemaili

Talvez o jogador mais injustiçado desta lista. Não por não ter ganho o prêmio, mas sim por não ter nem sido indicado. Sneijder simplesmente jogou a temporada inteira de terno. Conquistou a tríplice-coroa com o time italiano, vencendo a Champions League, Serie A e a Copa da Itália, sendo o principal jogador da equipe. Também levou a Holanda à final da Copa do Mundo, em que foi um dos artilheiros, porém perdeu para a Espanha. O meia ainda foi líder de assistências na Champions e venceu diversos outros prêmios individuais.


Ribéry - Bayern de Munique - 2012/2013

FBL-WCLUB-2013-BAYERN MUNICH-RAJA CASABLANCA

Na única vez que Ribéry foi indicado ao prêmio, podia facilmente ter ganhado. E não seria surpresa. O ponta conquistou quatro títulos com os alemães, entre eles a Champions League e a Bundesliga. Também venceu o prêmio de melhor jogador da Europa. Não à toa, até hoje dá entrevistas se dizendo injustiçado naquela temporada.


Neymar - Barcelona - 2014/2015

FBL-ESP-LIGA-BARCELONA-BETIS

Essa foi sem dúvida a melhor temporada de ​Neymar na carreira. Conquistou a tríplice-coroa com o Barcelona e foi um dos principais jogadores na campanha vitoriosa da Champions League. Além disso, foi um dos artilheiros naquela edição e venceu diversos prêmios individuais. 


Cristiano Ronaldo - Real Madrid - 2017/2018

FBL-ITA-SERIEA-JUVENTUS-FIORENTINA

​Cristiano sem a menor sombra de dúvidas poderia ter sido melhor do mundo em 2017/18, e merecia. Tudo bem que conquistou os mesmos títulos que Modric, mas pode-se dizer que o português foi mais decisivo durante a temporada e ainda foi artilheiro da ​Champions League com 15 gols.