​Ao mesmo tempo que usou a pausa no calendário para aperfeiçoar a filosofia de Diniz e recuperar seus jogadores lesionados, o Fluminense aproveitou a ​Copa América para promover sua marca, não apenas a nível continental, mas sim mundial. Recebendo as seleções do Uruguai e da Argentina em seu Centro de Treinamento - o único carioca aprovado para receber delegações -, o Tricolor simplesmente 'viralizou' nas redes sociais.


Já segue a gente no Instagram? Clique aqui e venha para a Casa dos Torcedores!

​​Como destaca o ​Globoesporte, a recepção/acomodação das seleções nas instalações do CT veio acompanhada de diversas ações de marketing, dentre elas presentear todos os jogadores e membros da comissão técnica das duas delegações que por lá passaram. As imagens de Edinson Cavani, ​Lionel ​Messi e Luis Suárez segurando camisas tricolores rodaram o mundo, internacionalização pretendida e buscada pelo clube neste período.

"Para o Fluminense esse período da Copa América foi de extrema importância porque conseguimos levar a marca do clube para uma audiência enorme, tanto aqui no país, quanto para fora. Essa é uma das iniciativas que estamos estabelecendo para o nosso marketing e comunicação", afirmou o presidente Mário Bittencourt.


De acordo com o levantamento de dados do Fluminense, as publicações oficiais do clube referentes à essas ações de marketing tiveram um alcance de 4,5 milhões de usuários e 10,3 milhões de impressões, considerando os números de Facebook, Twitter e Instagram. O alto engajamento incluiu interações diretas com os perfis oficiais das duas seleções vizinhas, além de diálogos diretos com os clubes dos jogadores em ação na Copa América.

Destaca-se também os elogios públicos da delegação argentina às instalações tricolores. Em meio aos inúmeros questionamentos/críticas públicas de jogadores aos gramados da Copa América, o treinador da Albiceleste, Lionel Scaloni, cravou o campo do CT tricolor como o melhor que viu desde a chegada da delegação ao Brasil