A rivalidade no futebol é um dos fatores que torna esse esporte tão interessante. Os grandes clássicos ao redor do mundo sempre rendem boas histórias, lindas cenas e jogos épicos. O antagonismo entre os clubes é algo sério e, por isso, muitos jogadores optam por não jogar nos rivais. Mas, alguns se aventuram nessa experiência louca de defender as cores de dois clubes que "não se suportam". 


Nós do ​90min preparamos uma lista com 10 jogadores que aturam por dois clubes rivais e foram alvos de amor e ódio dos torcedores. Confiram!



 LUIS FIGO (BARCELONA - REAL MADRID)

SOCCER-CHAMPS LEAGUE-MADRID-ANDERLECHT

Em 2000, Figo protagonizou uma das transferências mais polêmicas da história. Depois de cinco temporadas defendendo a camisa blaugrana, o Real pagou o valor da cláusula de rescisão e levou o jogador por 60 milhões de euros para defender o clube merengue. Por mais que tenha sido considerado um "traidor", hoje Figo é admirado pelas duas torcidas. Afinal, é impossível não reconhecer a carreira incrível que o ex-meia português construiu.


MATS HUMMELS (BAYERN DE MUNIQUE - BORUSSIA DORTMUND)

FBL-GER-CUP-BAYERN-MUNICH-DORTMUND

Este já tem um histórico nos dois clubes. Hummels foi revelado pela base do Bayern, mas foi para o Borussia Dortmund, onde atuou entre 2008 e 2016, quando voltou para Munique e permaneceu até este ano. Agora o zagueiro volta a defender a camisa aurinegra, depois de 3 temporadas na Baviera. Apesar da grande rivalidade entre os dois clubes alemães, a troca de jogadores entre eles já é quase normal. Além de Hummels, Gotze e Lewandowski também passaram pelos dois times, para ficar em exemplos recentes. 


 GONZALO HIGUAÍN (NAPOLI - JUVENTUS)

FBL-ITA-SERIEA-ROMA-JUVENTUS

Recordista de gols em 2015/2016 da Serie A, Higuaín foi muito importante para o Napoli no tempo que jogou por lá e por isso caiu nas graças da torcida. Mas meses depois decidiu trocar o clube pelo maior rival. O argentino chegou a Turim para jogar pela Juventus e passou a ser hostilizado e odiado pelos torcedores napolitanos.


FELIPE SANTANA (BORUSSIA DORTMUND - SCHALKE 04)

Felipe Santana

O zagueiro brasileiro ex-Figueirense e Atlético-MG esteve cinco anos no Borussia Dortmund e teve uma ótima passagem. Por isso, mesmo sendo um dos maiores rivais, o Schalke decidiu apostar em Felipe, que não teve uma boa atuação no clube e acabou vendido para um clube russo.


 FRED (ATLÉTICO-MG - CRUZEIRO)

FBL-LIBERTADORES-CRUZEIRO-HURACAN

Fred protagonizou uma transferência pra lá de polêmica entre os dois rivais de Belo Horizonte. Após uma confusão que envolveu até o presidente do Galo, Fred foi para o Cruzeiro. A transação foi tão confusa que até hoje se discute o pagamento ou não de uma multa da Raposa para os rivais.


DOUGLAS COUTINHO (CEARÁ - FORTALEZA)

Atacante revelado pelo Athletico-PR, ainda teve passagens pelo Cruzeiro antes de rumar para o Ceará. Jamais conseguiu se firmar no Vozão, mas o que chamou a atenção foi o fato de acertar com o maior rival justamente um dia depois de rescindir com o clube alvinegro em meados de 2018. Emprestado pelo Furacão ao Fortaleza, ficou poucos meses até retornar. Hoje está na Coreia do Sul.


 SORONDO (INTERNACIONAL - GRÊMIO)

Internacional v Banfield - Libertadores Cup 2010

Após cinco temporadas no Inter e várias lesões acumuladas, o zagueiro uruguaio não teve o contrato renovado pelo clube do Beira-Rio. Sorondo, então, em 2012, foi anunciado pelo Grêmio e na época até disse que não ficou magoado pelo desinteresse do antigo clube. 


 DARÍO CONCA (VASCO - FLUMINENSE)

Conca

Após uma boa passagem pelo Vasco da Gama, Conca trocou o Cruz-maltino por um dos seus maiores rivais, o Fluminense. O meia se destacou pelo Tricolor das Laranjeiras, onde fez suas melhores temporadas no Brasil, cujo ápice foi em 2010, campeão brasileiro e eleito o craque da competição.


 HENRIQUE DOURADO (FLUMINENSE - FLAMENGO)

Henrique Dourado

Depois de se destacar no Fluminense, Dourado começou a ser especulado em vários clubes, principalmente paulistas, como São Paulo e Corinthians. Mas ele decidiu ir mesmo para um dos maiores rivais do seu clube, o Flamengo, por cerca de R$ 12 milhões. Hoje, está na China recuperando-se de grave lesão.


 ALAN KARDEC (PALMEIRAS - SÃO PAULO)

Alan Kardec

Após uma longa novela e problemas com a diretoria palmeirense, Alan Kardec decidiu trocar de clube. O jogador foi para um dos maiores rivais do Palmeiras, o São Paulo. Kardec foi chamado por muitos torcedores de "mercenário" e ficou com uma imagem manchada com a torcida. 


LUCAS LIMA (SANTOS - PALMEIRAS) 

Lucas Lima

Com ótimas temporadas pelo Santos e muitas provocações ao rival Palmeiras, Lucas Lima decidiu esquecer tudo e ir defender as cores do rival. O camisa 20 foi hostilizado pela torcida santista, que desaprovou as suas atitudes ao diminuir sua passagem pela Vila Belmiro. Fato é que Lucas não conseguiu se firmar no clube alviverde e hoje é constantemente banco no time de Felipão.