O treinador Fernando Diniz pode ter uma dor de cabeça a menos nessa pausa para a Copa América. O Fluminense avançou nas conversas com o atacante Luciano e apresentou argumentos que agradaram o jogador. A permanência dele na equipe, que antes era praticamente descartada, já passa a ser vista como possível.


A novela começou quando Luciano pediu dispensa da partida contra a Chapecoense para não completar sete partidas no campeonato e assim poder atuar por outra equipe. Agora, com a boa receptividade do camisa 18 a respeito da proposta do Flu, cresce a expectativa pelo "fico".



Vale lembrar, porém, que o Tricolor vai enfrentar concorrência de outros clubes, como o​Atlético-MG, que demonstrou interesse em contar com o jogador. Luciano pertence ao Leganés, da Espanha, e está emprestado ao Tricolor por três temporadas, mas a atual situação financeira do clube das Laranjeiras pode pesar em uma futura escolha.


Fernando Diniz considera o camisa 18 uma peça muito importante no ataque do Flu. O treinador inclusive já lhe deu a braçadeira de capitão algumas vezes. O atacante é também o artilheiro do time na temporada com 15 gols.

Luciano

"Não é questão de estar preparado para perder. Nós nunca estamos preparados para perder. Fomos pegos de surpresa. Por mim, ele (Luciano) estaria aqui. Jogador que não foi dispensado por mim. Veio conversar comigo e eu disse: "Se depender de mim, você não sai". Vamos construindo um time, jogadores vão se destacando... Everaldo saiu, Ibañez foi negociado. Luciano, um cara que tinha 15 gols na temporada, importante taticamente, um dos capitães... Isso é claro que tem interferência negativa na equipe. Não sei o que vai acontecer", disse o treinador, depois da partida contra a Chapecoense, na última quinta-feira.