​Palmeiras anunciou, na última semana, a chegada de mais um reforço para a temporada 2019. Trata-se do meio-campista Ramires, de 32 anos e ex-Chelsea (ING) e Benfica (POR). O atleta trabalhou com Luiz Felipe Scolari na Seleção Brasileira durante a Copa do Mundo de 2014 e sua contratação agradou muito o comandante alviverde. Tudo porque o atleta destaca-se por sua versatilidade, podendo atuar em vários setores do campo


"É um excelente jogador. Um atleta que participa de quatro posições como uma dinâmica maravilhosa", elogiou Felipão em entrevista coletiva após a vitória sobre o Avaí, na última quinta-feira (13) pelo Campeonato Brasileiro. De fato, o meio-campista é conhecido por sua velocidade, bom passe, ótima técnica e um poder de marcação invejável. Um verdadeiro "motorzinho" em campo, algo que o treinador do Verdão adora em seus elencos. 


Ramires,Luiz Felipe Scolari

O treinador ainda revelou uma brincadeira feita pelo lateral-direito Marcos Rocha quando o reforço foi conhecer a Academia de Futebol. Ele e Ramires se enfrentaram várias vezes no duelo entre Atlético-MG e Cruzeiro. "Quando o Marcos Rocha foi cumprimentar, ele falou: 'Ei chefe, esse era um diabinho, a gente tinha que correr atrás, pelo amor de Deus, traz esse homem'", revelou Felipão. 


Origem. O jogador apareceu para o futebol brasileiro jogando como primeiro volante de boa pegada e marcação implacável no Cruzeiro. Essa é a primeira alternativa para Ramires ajudar Felipão no Palmeiras em uma função hoje exercida por Felipe Melo. Thiago Santos é hoje o reserva imediato para a posição. Com o reforço neste setor, provavelmente nomes como Jean e até o recém-contratado Matheus Fernandes podem perder espaço na Academia de Futebol. 


2ª opção. Com o tempo, Ramires também foi se aprimorando tecnicamente, podendo avançar como segundo volante. Hoje esta função é de Bruno Henrique, um dos destaques do Alviverde em 2019. Moisés é o suplente direto na posição, tendo sido um dos melhores jogadores do futebol do país em 2016. Hoje, todavia, acabou perdendo terreno no elenco. 

Moisés

3ª opção. Outra solução para Ramires em um Palmeiras bem fisicamente é colocá-lo como terceiro homem do meio, mais à frente de Felipe Melo e Bruno Henrique. Neste espaço, o reforço alviverde chegaria como elemento surpresa na área, assim como o fez bastante no Chelsea de Rafa Benítez em 2012. Neste caso, mais uma vez Moisés poderia se ver "preterido" dentro do elenco. 


4ª opção. Finalmente Ramires poderia atuar até como meia de ligação. Essa opção não parece ser tão viável atualmente até pelas opções de Felipão para o setor. Lucas Lima, Gustavo Scarpa, Zé Rafael, Raphael Veiga, Moisés e até Guerra fazem a função dentro do plantel do clube. Mas se precisar, o ex-camisa 7 do Chelsea pode dar, sim, conta do recado na "meia". Neste cenário, Guerra e Moisés teriam dificuldade em recuperar seus lugares no time.