​A pausa no calendário do futebol brasileiro para a disputa da Copa América, que iniciou na noite da última sexta-feira, 14, com a vitória do Brasil sobre a Bolívia, será importante para os clubes brasileiros em diversos fatores. No ​Cruzeiro, que vive um ​momento conturbado politicamente, a diretoria age para qualificar o grupo do técnico Mano Menezes e também sofre o assédio de outras equipes, podendo também negociar jogadores.


Quem está de saída é um jovem revelado nas categorias de base, que vinha sendo pouco utilizado. Aos 22 anos, Murilo, recentemente campeão do Torneio de Toulon com a Seleção Brasileira Sub-23, na França, já definiu seu futuro. O zagueiro, ​de acordo com o Globoesporte.com, viajou direto para a Rússia, onde realizará exames médicos antes de assinar contrato com o Lokomotiv Moscou.

Murilo Cerqueira,Marcos Junior


Para liberar o zagueiro em definitivo e reforçar o caixa, a Raposa aceitou uma proposta de aproximadamente 2,5 milhões de euros (cerca de R$ 11 milhões)​As tratativas vinham acontecendo nas últimas semanas e estavam muito próximas de serem confirmadas. O clube celeste é dono de 75% dos direitos econômicos e terá direito a 1,875 milhão de (em torno de R$ 8,2 milhões de reais).


Segundo informou a publicação, Murilo deve assinar um contrato de cinco temporadas com a nova equipe. O Porto, de Portugal, e um time italiano também procuraram informações do defensor nos últimos anos. O vínculo com o Cruzeiro tinha duração até 2021. Em 2019, o zagueiro esteve em campo apenas seis vezes, sendo cinco como titular. No torneio na França, disputou quatro das cinco partidas do Brasil.