​Rivais na grande decisão do Campeonato Paulista de 2019, vencida pelo time alvinegro, ​Corinthians e ​São Paulo voltam a se encontrar neste domingo (26), desta vez pela sexta rodada do Brasileirão. Ainda que o espaço entre os duelos seja de apenas 35 dias, pouco mais de um mês, algumas mudanças aconteceram nos clubes, especialmente no Tricolor Paulista.


Já segue a gente no Instagram? Clique aqui e venha para a Casa dos Torcedores!

​​Como destaca o ​UOL Esportes, o futebol jogado pelo Timão ainda é bem semelhante à fórmula vitoriosa no Estadual: solidez defensiva e pobreza criativa no ataque, algo que Fábio Carille tem tentado consertar ao longo dos últimos compromissos. Das quatro vitórias conquistadas pela equipe alvinegra desde a grande final do Paulistão, duas deixaram boa impressão no torcedor alvinegro a nível de produção ofensiva: Chapecoense e Deportivo Lara.


Com relação a formação tática, poucas modificações no Parque São Jorge. A linha defensiva é a mesma do início da temporada, no entanto, meio e ataque parecem ganhar novos protagonistas: Júnior Urso e Jadson passaram a brigar pela titularidade;  enquanto Vagner Love parece ter assumido o ​posto de centroavante no lugar de Gustagol.

FBL-SUDAMERICANA-CORINTHIANS-LARA

Assim como o arquirrival, o São Paulo também vem oscilando em rendimento e desempenho desde o Paulistão, tendo também a produção ofensiva como maior dificuldade. As caras novas, no entanto, estão em maior escala em comparação ao Alvinegro, já que o Tricolor tardou no anúncio/assimilação de reforços: Alexandre Pato e Tchê Tchê são as grandes novidades, mas há outras mudanças consideráveis no time tricolor em comparação à decisão.


O jovem Luan tomou a vaga do veterano Jucilei, enquanto Antony é presença carimbada no ataque no lugar de Everton Felipe. O meia Igor Gomes, que teve boas atuações no mata-mata estadual, perdeu espaço e foi preterido por Hernanes

Alexandre Pato

Para saber mais informações sobre o clássico entre Corinthians e São Paulo, clique ​aqui.