​Santos apresenta o que muitos dizem ser o melhor futebol do Brasil neste início de ano. O trabalho do técnico ​Jorge Sampaoli vem sendo muito elogiado por suas características marcantes, como os altos índices de posse de bola e a ofensividade. Mas, o Alvinegro Praiano está tendo dificuldades lá na frente, na hora da finalização. Sem um centroavante na escalação, a bola parece difícil de entrar. A derrota para o Palmeiras ligou o sinal de alerta no clube.


O clube está tentando mudar essa situação, a diretoria já foi atrás de alguns nomes importantes para ocupar a posição, como Ricardo Oliveira. Mas agora, as negociações estão encaminhadas com Marinho, do Grêmio e ​Uribe, do Flamengo. Porém, os valores pedidos pelos atletas estão travando o processo, como informou a ​ESPN.

Marinho,Allan


Os valores dos salários do jogadores estão acima do preço que o Santos está disposto a pagar. O Peixe ainda não descarta a contratação da dupla porque ambos já foram aprovados por Sampaoli. Por isso, o clube vai tentar desenrolar essa negociação da melhor maneira possível, mas sem cometer excessos.



“Não podemos fugir de orçamento. Se pagarmos mais para um jogador, eles estão conectados (e vão saber). Se um ganha muito, outros param, dizem que um tem que jogar sozinho. É uma realidade”, disse o presidente do clube, José Carlos Peres. 

​​

Fernando Uribe

Marinho é visto como uma "troca" com David Braz. O zagueiro, que está emprestado para o Sivasspor da Turquia, vai em definitivo para o Grêmio, enquanto o atacante seria um empréstimo até dezembro de 2020 no Santos. Já Uribe pode ir em definitivo para a Vila Belmiro. A ideia é o Flamengo não precisar pagar algumas parcelas em aberto da venda de Bruno Henrique. Porém, o Alvinegro Praiano ainda não conseguiu se acertar nem com o jogador nem com o clube rubro-negro. O principal problema é o alto salário que ele recebe no time carioca: R$ 550 mil mensais. Uribe queria um salário maior, mas já teria aceitado receber o mesmo valor, mas tal preço não se encaixa nas contas do Santos.


A expectativa é que um atacante chegue em breve, no fim das contas. O clube precisa de um jogador efetivo para fechar as várias jogadas ofensivas criadas pelo alvinegro. Enquanto não chega, o Santos vai confiando nos bons jogadores que já estão no elenco, como o jovem Rodrygo, que está próximo de sair para o Real Madrid, e o venezuelano Soteldo.