​Neste domingo de Páscoa (21), ​Flamengo e Vasco fazem o segundo jogo da grande decisão do Campeonato Carioca. Com promessa de Maracanã abarrotado, o Rubro-Negro tem boa vantagem após vencer o primeiro duelo por 2 a 0. Ao Vasco, resta a missão de buscar uma reviravolta complexa, já que bater o arquirrival por grande diferença de gols não tem sido algo comum nesta década. Em 2000, no entanto, este foi o enredo.


Já segue a gente no Instagram? Clique aqui e venha para a Casa dos Torcedores!​​

​​Como relembra o ​UOL Esportes, Flamengo e Vasco decidiram o Carioca de 2000 no dia 23 de abril, também um domingo de Páscoa. Vivendo a fase mais próspera de sua história recente, o Cruzmaltino simplesmente atropelou o rival da Gávea, vencendo por 5 a 1, com direito a exibição de gala do baixinho Romário e provocações do meia Pedrinho, que deflagou uma briga generalizada após embaixadinhas no meio-campo já com a vitória decidida.


O duelo entrou para a história e ficou marcado como 'o clássico dos chocolates', já que Eurico Miranda havia distribuído 40 mil ovos de chocolate para a torcida vascaína nas arquibancadas do Maracanã. Após a partida, o dirigente vibrou e provocou o ​Flamengo: "Eu prometi chocolate! Eu dei os ovos para a torcida e o chocolate para eles, rubro-negros".

Hoje, 19 anos depois, o cenário é bastante diferente. O ​Cruzmaltino amarga os piores anos de sua gloriosa história com três rebaixamentos na última década, enquanto o Rubro-Negro vive a empolgação das grandes contratações e saúde financeira em dia. Apesar da mudança de panorama, o confronto de 2019 traz um protagonista que esteve presente naquela decisão: Abel Braga. O atual comandante rubro-negro era o treinador vascaíno na ocasião.