De olho na abertura da janela de transferências no meio do ano, o ​Internacional  trabalha nos bastidores para repatriar um reforço velho conhecido pelo torcedor colorado e que deixou uma boa impressão quando esteve presente no Beira-Rio


Trata-se do volante Charles Aránguiz, que comunicou ao Bayer Levekusen que não tem a intenção de seguir na equipe alemã após o término do seu contrato, na metade de 2020. Por conta disto, o vice-presidente, Roberto Melo, se manifestou em contato à Rádio Grenal: “Todo bom jogador interessa, mas realmente não existe nada hoje”, despistou o dirigente.


Por outro lado, o empresário André Cury, que está intermediando a negociação entre as equipes, confirmou a informação e a chance de Aránguiz voltar ao Inter: “Estou conversando com o Roberto Melo. As chances dele voltar são reais”, disse o estafe ao site "Revista Colorada", explicou o intermediário do chileno.

​​De acordo com a programação, o chileno estaria apto para assinar um pré-contrato a partir de dezembro deste ano. Para vender Aránguiz, a diretoria do Bayer Leverkusen pede o valor que desembolsou ao comprar o volante quando trouxe do próprio clube colorado em 2015, algo em torno de 15 milhões de euros na época.