​Questionados, criticados e por vezes até escanteados pelo torcedor... Não é segredo que os campeonatos estaduais mudaram de status no futebol brasileiro contemporâneo, perdendo um pouco da mística e do prestígio de outrora. Contudo, são eles que ainda trazem alguns dos clássicos mais emocionantes da temporada, e neles muitos clubes escreveram belas e inesquecíveis episódios nesse esporte que amamos. Confira 9 grandes decisões de campeonatos estaduais que marcaram a história do futebol brasileiro:


Atlético-MG x Cruzeiro (2007/08/09)

Os anos finais da primeira década do século XXI foram de extremos para ​Atlético-MG e ​Cruzeiro nas decisões que protagonizaram. Em 2007, o Galo foi campeão com uma goleada emblemática por 4 a 0, partida que ficou marcada pelo gol de Vanderlei com Fábio, ídolo celeste, ainda de costas para o campo lamentando o terceiro tento rival. Os dois anos seguintes foram de revanche cruzeirense em grande estilo: duas goleadas por 5 a 0 nas decisões.


​Grêmio x Internacional (1999)

Aos 19 anos, o então promissor Ronaldinho roubou a cena e chamou a responsabilidade na grande decisão do Gauchão de 1999. Após o Internacional vencer o primeiro clássico decisivo, o jovem meia do ​Grêmio barbarizou e desmoralizou a defesa colorada nos dois jogos seguintes, anotando o gol do título na partida derradeira (desempate) e causando 'pesadelos' especialmente ao veterano Dunga, volante colorado à época.


Flamengo x Fluminense (1995)

Repleto de craques como Sávio e Romário, o Flamengo chegou à decisão do Carioca de 1995 com status de favorito e com a vantagem do empate, pela grande campanha até então. Com maioria no Maracanã e celebrando o ano de seu centenário, tudo conspirava a favor do Rubro-Negro. Mas o ​Fluminense detonou o 'script perfeito' do rival de forma cruel: vitória por  3 a 2, com o lendário gol de barriga de Renato Gaúcho na reta final


Corinthians x Palmeiras (1999)

​Corinthians chegou à fase eliminatória do Paulistão de 1999 com a pior campanha dentre os quatro grandes do Estado. Mas na hora dos clássicos, ninguém segurou: após uma goleada emblemática por 4 a 0 na semifinal contra o São Paulo, o Alvinegro manteve a inspiração na grande decisão contra seu maior rival, o Palmeiras. Venceu o primeiro jogo por 3 a 0 e administrou no segundo, duelo que ficou marcado pelas embaixadinhas de Edílson. O jogo precisou ser interrompido aos 31' do segundo tempo, pela pancadaria generalizada.


Flamengo x Vasco (2001)

Simplesmente o Clássico dos Milhões mais épico desde século, com sobras. Favorito na decisão e com a vantagem dos placares equivalentes, o ótimo time do ​Vasco se colocou em posição ainda mais confortável ao vencer o primeiro jogo por 2 a 1. Para ser campeão, o ​Flamengo precisaria vencer o segundo duelo por dois gols de diferença... Quando o relógio marcava 43' do segundo tempo, as duas torcidas prenderam a respiração, mas quem vibrou foi a rubro-negra com o golaço de falta do craque Petkovic cravando o 3 a 1 no mercador.


​Internacional x Grêmio (1976)

​Supremo no futebol brasileiro na década de 70, o ​Internacional fez história ao conquistar sobre seu arquirrival, em 1976, o título de campeão gaúcho. Mas o que houve de tão especial nesta decisão específica? Ao bater o Tricolor por 2 a 0 com gols de Lula e Dario, o Colorado sacramentou a sua oitava conquista consecutiva no Estado. Considerando apenas a 'era moderna' do futebol (pós-50), tal feito jamais foi superado. O único a igualar foi o Joinville, em Santa Catarina, sagrando-se campeão entre os anos de 1978 e 1985.


São Paulo x Corinthians (1998)

Rivais na decisão de 2019, Corinthians e ​São Paulo protagonizaram duas finais quentes nos anos derradeiros da década de 90. O Alvinegro levou a melhor em 1997 e parecia que conquistaria o bicampeonato seguido, mas o retorno de um ídolo ao Tricolor Paulista mudou o enredo da final de 1998: após anos de sucesso no Paris Saint-Germain, Raí desembarcou no Morumbi a tempo de jogar a segunda partida. O talento do meia foi fundamental para o Soberano reverter a derrota na ida, vencendo por 3 a 1 e conquistando o título.