Quando todos imaginavam que o Choque-Rei caminharia para um insosso empate sem gols, deu-se o inesperado no Pacaembu: o criticado Carlos Eduardo, unanimidade negativa entre torcedores alviverdes, anotou um golaço (seu primeiro pelo clube) sacramentou a vitória do ​Palmeiras por 1 a 0. Como se poderia imaginar, o revés causou consequências duras ao ​São Paulo, que se encontra em situação bastante incômoda no Paulistão.


Já segue a gente no Instagram? Clique aqui e venha para a Casa dos Torcedores!

​​De acordo com o ​UOL Esportes, o resultado ampliou a crise já deflagrada nos bastidores são-paulinos e desencadeou uma série de novos protestos dos torcedores tricolores, especialmente nas redes sociais. Apelidado de Soberano na primeira década dos anos 2000 por sua supremacia a nível nacional, o clube amarga anos consecutivos sem títulos relevantes, e já se despede da fase de classificação do Paulista zerado nos clássicos.


O péssimo retrospecto diante dos arquirrivais locais é uma das situações que mais incomoda o torcedor. Batido por Corinthians e Santos anteriormente, o Tricolor testemunhou o longo tabu diante do Palmeiras se manter: a última vitória do São Paulo em Choque-Rei pelo Paulistão foi no ano de 2009, ou seja, há uma década.

As vaias das arquibancadas e protestos acumulados, clamando o resgate do velho São Paulo, ressoam entre jogadores e comissão técnica. De acordo com Volpi, faltam até as palavras para 'justificar' o que acontece com o clube: "Torcedor está insatisfeito porque não estamos fazendo o nosso trabalho em campo e conseguindo as vitórias. A gente entende (...) A cada final de semana a gente faz um discurso e é complicado", lamentou.


Para piorar a situação do Tricolor, os desfalques já se acumulam para a partida decisiva contra o São Caetano, na próxima quarta (20). Arboleda é baixa certa por motivo de convocação, enquanto Hernanes saiu de campo com lesão muscular e não deve ter condições de jogo. Pablo e Reinaldo deixaram o Pacaembu mancando e serão reavaliados.