​Sem nenhuma dúvida, Diego Souza, de 33 anos, foi a principal contratação do Botafogo para a temporada de 2019. O meia-atacante vem de um período sem se destacar com a camisa do ​São Paulo e, por essa razão, preferiu se transferir para equipe carioca, onde será titular absoluto. A intenção, claro, é poder demonstrar a todos que ainda tem muita lenha para queimar no futebol brasileiro.



Conforme informações divulgadas pelo ​De Primeira, nesta terça-feira (12), o atleta botafoguense se ofereceu para vestir a camisa 87, em clara provocação ao polêmico titulo do Campeonato Brasileiro de 1987, disputado por Sport Recife e Flamengo. A decisão da Justiça mais recente afirma que o real campeão daquela edição é o Rubro-negro pernambucano.


Diego já fez o mesmo quando estava defendendo as cores do Sport Recife mas, como uma forma de evitar qualquer tipo de desgaste com o seu grande rival do estado do Rio de Janeiro, a diretoria do Glorioso preferiu que ele vestisse a camisa 7, que já é tradicional para atletas da sua posição, ainda mais em General Severiano. 


No início do ano passado, Diego Souza foi contratado por R$ 10 milhões junto ao time pernambucano. O curioso é que na ocasião, o jogador  já vinha em uma queda de rendimento e não conseguiu se recuperar atuando no clube do Morumbi. No Rio de Janeiro se espera que ele lidere o clube em todas as competições na temporada e assuma o papel de líder.