​O ​Corinthians continua tentando chegar a um acordo com o Sevilla para contratar o lateral-esquerdo Guilherme Arana, jovem que foi formado em Itaquera, mas fechou contrato com os  espanhóis no final de 2017. Na Europa, não se destacou como o esperado e, por essa razão, é reserva, entrando na lista de jogadores que poderão ser negociados.

O Alvinegro Paulista se dispôs a pagar 8 milhões de euros, cerca de R$ 34 milhões, pelo atleta. Segundo informações divulgadas pelo jornalista ​Jorge Nicola, como as partes não chegaram a um acordo pela forma de pagamento, o Sevilla mudou a pedida. Em vez de 4 milhões de euros à vista, o clube espanhol aceita vendê-lo ao Corinthians recebendo somente 3 milhões de euros de forma antecipada.


Mesmo com todas essas mudanças, o valor final do jogador não vai mudar. O Timão quer adiar o máximo possível o início do pagamento, sendo esse o fator que impede a conclusão das negociações. Com a nova proposta do Sevilla, a diretoria corintiana irá analisar e decidir se gastará esse valor no momento ou desistirá de uma vez por todas de contratá-lo.

Guilherme Arana entende que o melhor para a sua carreira neste momento é retornar ao futebol brasileiro. Desde que as negociações começaram, o lateral-esquerdo chegou a ser titular em alguns confrontos. Caso retorne ao Brasil, ele brigará por espaço com Danilo Avelar e Carlos, atletas que hoje estão à disposição do técnico Fábio Carille.