​Logo após perder Gabigol, o ​Santos já iniciou a busca por um novo “matador”. Por indicação do técnico Jorge Sampaoli, por exemplo, tentou o argentino Gigliotti, do Independiente, mas não obteve sucesso nas tratativas. Depois, voltou suas atenções para Raniel, jovem revelação do Cruzeiro. No entanto, a pedida de cerca de R$ 20 milhões por parte da Raposa assustou. Pois agora o clube insiste na contratação de Alexandre Pato.


De torcedor para torcedor: ​clique aqui e siga o 90min no Instagram!

Ainda sonhando em contar com o ex-jogador de Inter e São Paulo, o Peixe cogita oferecer salários na casa dos R$ 500 mil para seduzi-lo. Claro, também teria que torcer para que o Tianjin Quanjian, equipe da China com a qual o atacante tem vínculo até o final de 2019, aceite liberá-lo. Mas como a intenção do profissional é entrar no radar do técnico Tite, para quem sabe até mesmo voltar à Seleção Brasileira já na próxima Copa América, é possível que o próprio Pato dê uma ajuda extra para resolver o caso.

Nos últimos dias, se falou da possibilidade de Michael, do Goiás, também ser reforço do Santos para o setor. Só que o clube goiano não tem interesse em se desfazer do atleta, tanto que deverá aumentar o valor de sua multa rescisória. Enquanto não acha o tão desejado homem de frente, o Peixe também está em busca de um primeiro volante. Além disso, pode anunciar a qualquer momento o acerto com o lateral-esquerdo Felipe Jonathan, do Ceará.