Que os clubes brasileiros adoram jogadores que “falam espanhol”, isso ninguém mais duvida. Basta ver a avalanche de gringos que desembarcam a cada ano nos quatro cantos do País. Por isso, é importante sempre estar atento ao mercado.


Já segue a gente no Instagram? ​Clique aqui e venha para a Casa dos Torcedores!



Neste momento, alguns sul-americanos que estão sem contrato poderiam reforçar as equipes sem a necessidade de se pagar pelos direitos econômicos. Ou seja, além de serem estrangeiros, ajudariam nos cofres. Conforme mostra o ​blog do Rafael Reis, cinco nomes merecem destaque dentro deste panorama. Vamos a eles?


Fabián Monzon – Lateral-esquerdo


Fabian Monzon


O argentino de 31 anos foi campeão olímpico em 2008 e fez sucesso com a camisa do Boca Juniors. Além disso, teve uma carreira bem regular na Europa, passando por Betis, Nice, Lyon e Catania. No Fluminense, em 2013, não se firmou. Agora, está livre desde o meio de 2018, quando deixou a Universidad de Chile.



Pablo Armero – Lateral-esquerdo


Pablo Armero


O colombiano de 32 anos chegou a vestir a camisa do Milan. Famoso por suas danças em comemoração de gols, já jogou no Brasil defendendo Palmeiras, Flamengo e Bahia. No ano passado, retornou ao seu País, mas não teve sucesso atuando pelo América de Cali.



Óscar Ustari – Goleiro


FBL-MEX-SANTOS-ATLAS


Para quem está precisando de goleiro, vai uma boa alternativa. Também campeão olímpico em 2008 ao lado de Lionel Messi, o argentino está com 32 anos e vem de uma longa passagem pelo futebol mexicano. Jogando pelo Atlas, no entanto, foi prejudicado por uma grave contusão no tornozelo.



Maxi Rodríguez – Meia-atacante



No início de carreira, o uruguaio era visto como um talento. Porém, não foi tudo aquilo que se esperava. É verdade que marcou belos gols pelo Grêmio e ajudou o Vasco no retorno à primeira divisão em 2014, mas jamais passou disso. Aos 28 anos, vem de um rebaixamento com o San Luis de Quillota, do Chile.



Sebastián Leto – Meia-atacante


Allan Marques Loureiro,Sebastian Leto


O argentino foi contratado pelo Liverpool quando tinha apenas 20 anos. Ou seja, fez praticamente toda a carreira longe da América do Sul. Pelo clube inglês, disputou somente quatro partidas oficiais. No entanto, teve sucesso na Grécia (foi campeão nacional por Panathinaikos e Olympiakos. Além disso, também atuou na Itália e nos Emirados Árabes. Atualmente, está com 32 anos.