​Ele chegou à Vila Belmiro em 2017, contratado junto ao Atlético-GO. Porém, sem sequência, acabou emprestado ao Puebla, do México, e depois para o Figueirense, já no ano passado. Pois agora, quando menos se poderia esperar, o lateral-direito Matheus Ribeiro pode ganhar vida nova no ​Santos.


De torcedor para torcedor: ​clique aqui e siga o 90min no Instagram!



Por um pedido do técnico Jorge Sampaoli, ele retornou de seu empréstimo e, no último sábado, quando a equipe bateu o Mirassol por 1 a 0 pelo Campeonato Paulista, recebeu sua primeira chance como titular. Embora não tenha sido brilhante, ao menos fez o seu papel e parece que tem condições de se encaixar no estilo de jogo proposto pelo comandante argentino. “Senti um pouco o ritmo em função do calor intenso, mas consegui jogar 90 minutos. E é só assim para se conseguir evoluir. Foi uma boa oportunidade, e espero ter agradado ao professor”, disse.



Mesmo que surpreso com o chamamento de Sampaoli, Matheus Ribeiro se vê em condições de evoluir, ainda mais que seu estilo coincide com os gostos do gringo. “Ele gosta de laterais bem intensos, que briguem pela bola lá na frente. E isso me ajuda. Para mim é um posicionamento interessante, pois tenho um pouco de dificuldade na marcação.” Ou seja, tudo indica que possa estar surgindo alguém para brigar por posição com Victor Ferraz justamente em um momento no qual esta alternativa parecia esquecida. “O ano passado foi bem difícil para mim. Sofri três lesões e joguei pouco. Por isso encaro essa chance como sendo a da minha vida. Talvez eu nem merecesse, pois vinha jogando pouco. Mas foi uma ótima surpresa e estou muito feliz”, concluiu o lateral.



Foto: Ivan Storti / Santos / Divulgação