O futebol é um esporte emocionante por si só, mas algumas partidas ficam marcadas na memória dos torcedores por conta daquele gol nos minutos finais que dá uma vitória, classificação ou até um título à uma equipe. Pequenos detalhes que mudam o rumo da história do esporte e fazem a alegria (ou a tristeza) de milhões. Por isso, tanta paixão envolvida. É muito sofrimento até o êxtase. Às vezes, sofrimento até demais. Separamos aqui embaixo para vocês sete vezes em que a disputa por um troféu atingiu níveis inimagináveis de drama. Confiram!


Flamengo x Fluminense - Campeonato Carioca 1995

O Flamengo precisava somente de um empate para ser campeão carioca em 1995, e o 2 a 2 dava o título ao Rubro-Negro até os 42 minutos do segundo tempo, quando Ailton fez boa jogada pela direita e Renato Gaúcho completou para o gol para fazer o Flu campeão no ano do centenário do seu rival. O detalhe mais curioso do lance, claro, foi a maneira que o atacante escorou: com a barriga. Criatividade numa fração de segundos sob pressão de um Maracanã abarrotado com mais de 110 mil pessoas.


Flamengo x Grêmio - Campeonato Brasileiro 2009

Flamengo's player Angelim (R) celebrates

No Brasileirão mais disputado da história dos pontos corridos, a menção não se limita à partida que definiu o campeão. Teve muito mais. O Flamengo ficou com o título em uma arrancada incrível no segundo turno. Na 21ª rodada, já no segundo turno, o time carioca ocupava a modesta 10ª colocação, 11 pontos atrás do líder Palmeiras. A partir dali, porém, o Rubro-Negro conseguiu nada menos do que 12 vitórias, 4 empates e somente uma derrota nos jogos restantes do Brasileirão, capitaneado pela dupla Petkovic e Adriano. Na última rodada, para se ter uma ideia, quatro clubes poderiam levantar a taça. Mas deu Fla com o 2 a 1 sobre o Grêmio no Maracanã.  


Brasil x Argentina - Copa América 2004

Brazilian Luis Fabiano (L) and Adriano c

Por falar em Adriano, mais um momento em sua carreira de enorme protagonista. Desta vez, na final da Copa América de 2004 contra ninguém menos que os argentinos. O Brasil perdia por 2 a 1, levando o gol a três minutos do final da partida. Com a vitória, a Argentina encerraria seu jejum de títulos que durava desde 1993, justo em cima de seu maior rival. Só que os hermanos não contavam com a bomba da perna esquerda do Imperador, no auge de sua forma, marcando o gol do empate aos 48 minutos e levando a disputa para os pênaltis, quando o Brasil se sagrou campeão.


Manchester City x QPR - Premier League 2011/2012

Manchester City's Argentinian striker Se

Mais uma para quem acha que disputa por pontos corridos não tem emoção. Depois de décadas de jejum, o Manchester City sagrou-se campeão inglês em 2011/2012 com doses extras de drama. O gol de Kun Aguero, já nos acréscimos, depois de estar perdendo de 2 a 1 e conseguir virar, tirou o título das mãos do rival United e levou a loucura o lado azul de Manchester. Inesquecível!


Cruzeiro x São Paulo - Copa do Brasil 2000

A Copa do Brasil de 2000 foi épica para o torcedor do Cruzeiro. Em uma das decisões mais emocionantes na história do torneio, a Raposa conseguiu uma virada sensacional - depois de sair perdendo já no segundo tempo. O primeiro gol da partida saiu já aos 21 minutos da etapa final, em cobrança de falta perfeita de Marcelinho Paraíba para o São Paulo. Após um empate sem gols no Morumbi, o Cruzeiro precisava da virada para ser campeão. O empate da Raposa veio com Fábio Júnior, aos 35 minutos, e a arrancada e o gol de falta de Geovanni, já aos 45 do segundo tempo, consagraram o Cruzeiro como campeão da Copa do Brasil de 2000.


Atlético-MG x Olimpia - Copa Libertadores 2013

FBL-LIBERTADORES-ATMINEIRO-OLIMPIA-FINAL

Depois de vencer o Atlético-MG em casa por 2 a 0 no jogo de ida da final da Libertadores de 2013, o Olimpia podia empatar ou até perder por um gol de diferença em Belo Horizonte para ficar com a taça. No entanto, no Mineirão, Jô abriu o placar para o Galo no início do segundo tempo. O gol que levou a disputa para as penalidades veio aos 42, quando Leonardo Silva subiu mais que a defesa paraguaia para manter as chances de título dos donos da casa. Nas cobranças, o goleiro Victor brilhou, o Atlético venceu por 4 a 3 e se sagrou campeão da Copa Libertadores da América.


Palmeiras x Vasco - Copa Mercosul 2000

Palmeires v Vasco X

Talvez a mãe de todas as viradas. Em 2000, o Vasco ignorou todas as probabilidades e virou para cima do Palmeiras, fora de casa, na grande final da Copa Mercosul. Chega a ser difícil definir o que Romário e cia aprontaram pra cima do Verdão, depois de saírem perdendo por 3 a 0. O golpe final foi dado pelo Baixinho, com requintes de crueldade, quando o cronômetro já passava muito dos 45 no Palestra Itália. Simplesmente inacreditável.


Este artigo é trazido a você por Alita: Anjo de Combate, em breve nos cinemas. Confira o trailer no link abaixo: