Na noite da última quinta (10), o São Paulo viveu sua estreia não-oficial em 2019​Pela Florida Cup, a equipe de André Jardine encarou o alemão Eintracht Frankfurt - atual sexto colocado da Bundesliga -, e acabou sendo derrotado por 2 a 1. Com uma escalação diferente em cada tempo, o Tricolor mostrou pontos positivos e negativos, dissecados pelo ​Globoesporte, com a ressalva de que os paulistas tiveram apenas cinco dias de pré-temporada, enquanto os adversários estão em pausa de inverno na temporada europeia.


Já segue a gente no Instagram? Clique aqui e venha para a Casa dos Torcedores!

​​PRIMEIRO TEMPO 

Escalação e desempenho

Time titular: Tiago Volpi; Bruno Peres, Arboleda, Anderson Martins e Reinaldo; Jucilei, Hudson e Hernanes; Everton, Helino e Pablo.


Destaques positivos: Preocupação do time com a manutenção da posse de bola e rechaço aos chutões e ligações diretas; Boa participação ofensiva do jovem Helinho, uma das principais revelações recentes de Cotia; Posicionamento mais ofensivo de Hudson, pisando mais na área adversária e ajudando Hernanes na criação.


Destaques negativos: Isolamento de Pablo na referência ofensiva; Atuação fraca e desatenta do zagueiro Anderson Martins, que cometeu muitos erros básicos ao longo do primeiro tempo; Fragilidade defensiva de Bruno Peres.


SEGUNDO TEMPO 

Escalação e desempenho

​Time alternativo: Jean; Igor Vinícius, Bruno Alves, Lucas Kal, Léo; Willian Farias, Araruna e Liziero; Nenê, Everton Felipe e Diego Souza.


Pontos positivos: Pressão na saída de bola adversária e compactação defensiva; Nenê foi bem ao atuar aberto pela direita, anotando o gol único tricolor; Liziero funcionou como um armador e se destacou, dando boa dinâmica ao meio-campo; Diego Souza foi bem no pivô.


Pontos negativos: Estreia errática do jovem e recém-contrato Igor Vinícius, que teve seu setor altamente explorado pelos atacantes rivais.