Ao longo das últimas semanas, ​o Internacional tem se movimentado para tentar amarrar com antecedência o elenco colorado de 2019. Agora, com a vaga na Libertadores já assegurada matematicamente, a diretoria do clube gaúcho intensifica os estudos e avaliações de mercado visando a próxima temporada, com o objetivo de voltar a conquistar torneios de relevância em cenário nacional.


Já segue a gente no Instagram? Clique aqui e venha para a Casa dos Torcedores!

​​O objetivo primário é manter a 'espinha dorsal' do elenco atual e conseguir minimizar os efeitos da janela de transferências. É fato que uma grande venda deve ser realizada, ​o que aumenta a possibilidade uma despedida de Rodrigo Dourado, jogador mais valorizado do atual grupo e nome costumeiramente ventilado em clubes médios da Europa. 

Com relação à chegadas, o Internacional já tem dois (podendo chegar a três) reforços garantidos: Paolo Guerrero, que estará juridicamente apto para atuar a partir de abril; Martín Sarrafiore, que está fazendo sua preparação no time B; e Rithely​que pode ter seu empréstimo renovado caso sua condição clínica evolua até dezembro.


De acordo com o ​UOL Esportes, a avaliação da diretoria é que, além destes nomes citados, ainda quatro lacunas a serem preenchidas para fechar o elenco: um centrocampista, um volante, um meia (para ajudar D'Ale) e um jogador de lado de campo, caso Rossi e Wellington Silva não tenham seus empréstimos renovados.

Além dos jogadores anteriormente apurados como 'sonhos' do Colorado (veja ​aqui), um rival da Série A pode pintar no Beira-Rio em 2019: Willian Arão, do Flamengo. O jogador, que já esteve ventilado no Inter em meados da atual temporada, agrada diretoria e comissão técnica e agrega características procuradas pelo clube. No entanto, qualquer investida oficial deve ficar para o mês de dezembro, após as eleições presidenciais no Rubro-Negro.


Flamengo v Atletico MG - Brasileirao Series A 2018