Muitos torcedores certamente não se lembravam, mas o processo envolvendo ​Flamengo​Botafogo e o jogador Willian Arão ainda tramita judicialmente. A transferência do volante ao clube da Gávea ainda em 2015 gerou enorme discórdia entre os rivais cariocas, e o Glorioso tem levado o caso até às últimas consequências. Em nova instância (TST), o imbróglio pode ter uma novidade ainda nesta reta final de 2018.


Já segue a gente no Instagram? Clique aqui e venha para a Casa dos Torcedores!​​

​​De acordo com o ​Globoesporte, após ser derrotado em primeira e segunda instância no TRT-RJ, o Jurídico do Botafogo levou o caso ao Tribunal Superior do Trabalho, em Brasília. O julgamento deve acontecer ainda este ano, antes do dia 19 de dezembro, quando a entidade entra em recesso. O clube alvinegro acredita que, por conta de um agravante, o parecer na derradeira instância trabalhista será diferente dos primeiros. Explica-se:


O Botafogo acredita que uma a determinação da Fifa envolvendo jogadores/direitos econômicos, imposta em julho deste ano, faz cair por terra a defesa de Arão: "Nossa expectativa é de que finalmente nossas alegações sejam apreciadas com a devida atenção. Principalmente agora que a Fifa estabeleceu que jogador não é considerado terceiro na questão que envolve direitos econômicos", cravou Domingos Fleury, do Jurídico alvinegro.

Sao Paulo v Flamengo - Brasileirao Series A 2018

À época, o contrato de Arão com o Botafogo previa renovação automática válida por uma temporada, em caso de depósito no valor de R$ 400 mil por parte do clube. Neste cenário, a multa do jogador passaria para R$ 20 milhões, com 70% pertencendo ao Botafogo e 30% ao atleta. Já interessado em se transferir ao Flamengo, o jogador devolveu o depósito ao Alvinegro em duas oportunidades.


O arranjo na repartição dos direitos feria a antiga regra da Fifa, que vetava à época qualquer participação de investidores sobre os direitos econômicos de jogadores. Tal situação foi usada como argumento jurídico para a causa favorável ao Flamengo nas primeiras instâncias. Mesmo com o fato novo, a defesa do volante segue tranquila, e acredita que não haverá mudança no panorama atual.

​​No próximo sábado (10), Flamengo e Botafogo serão adversários, em duelo válido pela 33ª rodada do Brasileirão. Desde o episódio envolvendo o volante, a rivalidade entre os dois clubes se acirrou fortemente, transformando cada reencontro em partidas tensas e 'elétricas'.