​​Hexacampeão da Copa do Brasil, vaga na próxima Libertadores garantida... O Cruzeiro alcançou seus principais objetivos antes do encerramento oficial da temporada, o que traz à diretoria celeste um prazo maior para traçar o planejamento de 2019. A missão fica ainda mais facilitada ao analisarmos a situação contratual do elenco: a 'espinha dorsal' do grupo celeste tem vínculo longo por cumprir.


Já segue a gente no Instagram? Clique aqui e venha para a Casa dos Torcedores!

Cruzeiro v Flamengo - Copa CONMEBOL Libertadores 2018

​​Neste cenário, a principal preocupação dos dirigentes celestes será diminuir os efeitos de um provável 'assédio' aos principais nomes do elenco, como é o caso do uruguaio Giorgian De Arrascaeta. Diversos clubes europeus já demonstraram interesse no futebol do selecionável, mas sua manutenção é vista como fundamental na Toca da Raposa, principalmente pelo desejo do clube em voltar a conquistar a América.


​Globoesporte detalhou a situação contratual do elenco celeste. Apenas um jogador fica sem vínculo com a Raposa ao final de 2018, outros quatro em meados de 2019, o que significa que ficarão livres em breve para assinar um pré-contrato com outro clube. Confira:


Fim do contratoJogadores
Fim de 2018Marcelo Hermes (emprestado)
Meio de 2019Lucas Silva e Éderson (emprestados); Barcos, Ezequiel
Fim de 2019Fábio, Henrique, Egídio, Thiago Neves, Robinho, Sóbis e Rafinha
Fim de 2020Manoel, Edilson, Fred, Ariel Cabral, Cacá, Bruno Silva e Mancuello
Início de 2021 (fevereiro)Lucas Romero
Meio de 2021 (abril)Patrick Brey
Fim de 2021Rafael, Brazão, Dedé, Arrascaeta, Sassá e Murilo
Fim de 2022Victor Eudes, Leo, David e Raniel.

Com um elenco altamente competitivo e entrosado, a diretoria celeste já deu indícios de que fará contratações pontuais. Laterais e atacantes de lado de campo são as principais "carências', sendo estas as posições monitoradas pelo clube no mercado.