​Nem só de luxo vive o futebol. Muito longe disso. Em cada canto desse planeta gigante tem gente jogando aquela bola sem nenhum tipo de sofisticação, só pelo prazer de jogar (ou assistir) o esporte que tanto ama. Longe do glamour, mas com muita paixão, emoção e transpiração pelo jogo. Essa é a várzea.


Abaixo nós trazemos cinco razões para acreditar que o "futebol raiz" é simplesmente espetacular. Vem com a gente!


1. Falta? O que é isso?

Falta

A cada rodada que passa, a gente fica ainda mais irritado com o número excessivo de faltas cometidas no Brasileirão. Os senhores do apito marcam qualquer encostão, qualquer chegada mais dura. É um "não me toque" que não dá pra entender. Mas, quando a partida é daquelas "raizaça", ela flui melhor, o jogo corre mais e os gols saem naturalmente. Caiu? Levanta, amigo. Quer moleza? Então nem entra. Fica do lado de fora torcendo, que é legal também.


2. Qualquer coisa pode ser trave

trave

Jogar bola sem todo o glamour pode trazer também benefícios à criatividade do ser humano. Par de chinelos, pedaços de madeira, cadeiras ou qualquer coisa que possa ser colocada de um lado a outro. Tudo isso está apto a ser trave no futebol varzeano. É fazer o gol e partir pra buscar a bola mesmo, que foi lá pra longe. Dá aquele piquezinho, pega a redonda e volta pro jogo. Ô, coisa boa...


3. O campo pode ser em qualquer lugar

j

E já que falamos em criatividade, não há nada mais significativo do que traçar linhas imaginárias no meio de qualquer lugar (asfalto, chão de terra batido, areia, quadra ou qualquer outro local) para partir para aquele jogo que vale mais do que qualquer coisa naquele momento. Não tem gramado? Sem problemas. É só juntar a galera e jogar onde der, se der e quando der (de preferência, sempre). Mas não se iluda: o futebol de várzea é muito mais organizado do que você pensa. A regra é clara, o combinado prevalece até o final e não tem essa de favorecer A, B ou C. O limite é pra todo mundo. Quando soa o apito inicial, a coisa fica séria!


4. Qualquer chuteira está valendo

CUBA-THEME-FOOTBALL

O papo aqui é minimalista. Você pode muito bem controlar a redonda com o solado gasto e propício para pisos adversos e nem sempre retilíneos e uniformes. Não tem coisa melhor! É por isso que no futebol raiz não tem pereba. Craque que é craque joga em qualquer lugar.


5. Democracia plena

Democracia

Foras de forma e no peso ideal, homens e mulheres, crianças e adultos, pernas de pau e talentosos. O futebol de várzea pode unir todas as tribos em uma só partida, sem distinções. O jogo raiz favorece a inclusão, a democracia e dá espaço a todos que amam o esporte mais popular do mundo, olha que coisa mais bonita...


Você também é praticante e apaixonado pelo futebol de várzea? Compartilhe suas fotos nas redes sociais com a hashtag #TacaKaiser e mostre para a gente!