A Federação Paulista de Futebol divulgou nesta terça-feira os locais e datas das quartas de final do estadual. E uma mudança de mando de campo no jogo entre Corinthians e Bragantino foi motivo de protesto do presidente do Palmeiras.



Visando uma maior receita, o Massa Bruta pediu para jogar na capital paulista. A FPF aceitou e o duelo saiu de Bragança Paulista e foi para o Pacaembu. Na visão de Maurício Galiotte, a mudança, embora permitida pelo regulamento, é uma distorção técnica no campeonato:


– O que coloquei, embora esteja no regulamento, é que isso tem uma implicação, uma influência técnica, uma distorção, e foi isso que coloquei na reunião. Isso cabe aos clubes voltarem a discutir melhor no regulamento do ano que vem – argumentou Galiotte, em contato ​com a reportagem do SporTV


Mauro Naves Maurício Galiotte 2018


– Acaba depondo contra o campeonato, e o Paulista é muito respeitado, sério, e quando você traz um jogo para a capital, que seria no interior, acho que tem uma distorção esportiva – completou o mandatário alviverde. 




>>> Veja também: Brasileiro substitui Astori, marca gol e leva torcedores ao delírio


​​