Copa do Mundo 2022

60 dias para a Copa do Mundo: 1960, o ano em que nasceu Diego Maradona, um dos maiores da história do futebol

Fabio Utz
Faltam 60 dias para a Copa do Mundo do Catar; eterno ídolo argentino foi o primeiro camisa 10 a erguer a taça
Faltam 60 dias para a Copa do Mundo do Catar; eterno ídolo argentino foi o primeiro camisa 10 a erguer a taça / Eduardo Fricks
facebooktwitterreddit

E não é que faltam apenas 60 dias para a Copa do Mundo do Catar? Pois este momento da contagem regressiva nos faz voltar justamente a 1960, ano em que nasceu um dos maiores jogadores da história e, por consequência, um dos maiores personagens de Mundiais. Não é preciso pensar muito para saber que estamos falando de Diego Armando Maradona.

O argentino acumulou quatro participações em Copas, entre 1982 e 1994. No Mundial da Espanha, em 1982, foi até a segunda fase. Em 1986, no México, atingiu o ápice ao se tornar símbolo do bicampeonato de seu país - aliás, foi o primeiro camisa 10 a, como capitão de uma equipe, erguer a taça. Em 1990, na Itália, ficou com o vice. E, em 1994, nos Estados Unidos, um caso de doping interrompeu sua trajetória enquanto a seleção albiceleste ia até as oitavas de final.

Diego Maradona Copa do Mundo 1960 60 dias Contagem Regressiva Argentina
Último gol de Maradona em Copas foi diante da Grécia, em 1994 / DANIEL GARCIA/GettyImages

O primeiro gol de Maradona em Copas foi diante da Hungria, pela segunda rodada da fase inicial do torneio de 1982. Já o último se deu diante da Grécia, na estreia de 1994. No total, foram oito tentos em Mundiais, sendo os dois mais famosos diante da Inglaterra, nas quartas de final de 1986 - sim, é impossível esquecer daquele que ficou conhecido como o mais belo gol da história das Copas e, também, da não menos marcante 'mão de Deus'.

Também não podemos deixar de lembrar que o ídolo argentino dirigiu o seu país na competição de 2010, na África do Sul. A campanha teve quatro vitórias consecutivas (1 a 0 na Nigéria, 4 a 1 na Coreia do Sul, 2 a 0 na Grécia e 3 a 1 no México), porém nas quartas a Alemanha levou a melhor, goleando por 4 a 0, acabando com o sonho do tricampeonato. A Copa do Catar, a partir de 20 de novembro, será a primeira depois da morte do eterno camisa 10. Mas seu legado, sem dúvida alguma, estará presente pelos gramados do Oriente Médio.

facebooktwitterreddit