Série A italiana

6 provas de que a Série A Tim foi a grande derrotada da janela

Lucas Humberto
Da debandada da Inter de Milão ao adeus de Cristiano Ronaldo: seis provas de que o Campeonato Italiano foi o grande derrotado da janela.
Da debandada da Inter de Milão ao adeus de Cristiano Ronaldo: seis provas de que o Campeonato Italiano foi o grande derrotado da janela. / Alessandro Sabattini/Getty Images
facebooktwitterreddit

Há vencedores numa janela de transferências? Sem dúvidas. Se não acredita nisso, basta observar a quantidade de talentos que desembarcam na Inglaterra. Em toda vitória, alguém costuma sair profundamente machucado. Nesse caso, foi o Campeonato Italiano.

Depois da impressionante exibição da Azzura na Eurocopa 2020, muitos torcedores imaginavam que a Série A Tim 2021/22 receberia algumas das principais estrelas do futebol mundial. Exato oposto. O torneio nacional do País da Bota sofreu perdas inestimáveis e vê o mercado se fechar como grande derrotado. Abaixo, nós reunimos seis motivos que provam tal afirmação.

1. A debandada da Inter de Milão

Romelu Lukaku Achraf Hakimi Milan Skriniar Inter de Milão Transferências Antonio Conte
Inter de Milão sofreu debandada considerável / Jonathan Moscrop/Getty Images

Romelu Lukaku, Achraf Hakimi e Antonio Conte. Parte da identidade vitoriosa da Inter de Milão, construída na temporada 2020/21, se perdeu. O trio foi fundamental para as pretensões nerazzurri e agora vão abrilhantar outros projetos.

O treinador, embora não tenha encontrado seu novo destino, não deu pistas de que irá retornar tão cedo ao comando de alguma equipe italiana. A debanda é uma derrota dolorosa aos torcedores do clube e admiradores do calcio.

2. O adeus de Cristiano Ronaldo

Cristiano Ronaldo Manchester United Juventus Série A
Craque retornou ao Manchester United / Alessandro Sabattini/Getty Images

Cristiano Ronaldo na Juventus: sucesso, decepção ou meio-termo? As opiniões para tal pergunta podem variar. Contudo, algo que jamais será passível de dúvidas é a importância do craque. Em termos de qualidade, marketing e grandeza futebolística, o camisa 7 está num patamar onde pouquíssimos chegaram. O adeus é um verdadeiro golpe na Série A...

3. De Paul se despede sem nunca ter sido valorizado como deveria

Rodrigo De Paul Atlético de Madrid Udinese Itália Mercado Janela
Meia argentino está reforçando o Atlético de Madrid / Soccrates Images/Getty Images

Na Udinese desde 2016, Rodrigo de Paul construiu sua carreira na Itália entregando muita qualidade. Na última temporada, por exemplo, foram 20 participações em gols (nove tentos + 11 assistências) em 38 jogos. O meia argentino merecia uma novela, interesse dos gigantes locais e várias ofertas na mesa. A impressão que fica aos torcedores é que ele sai sem nunca ter sido valorizado como deveria.

4. Donnaruma não deve retornar tão cedo

Ligue 1 Stade de Reims Paris Saint-Germain Keylor Navas PSG Donnaruma
Donnarumma deverá substituir Keylor Navas / ANP Sport/Getty Images

Quando o Paris Saint-Germain contratou Gianluigi Donnarumma, não estávamos observando um projeto de curto prazo. A intenção dos parisienses é tê-lo como substituto de Keylor Navas que, no alto dos seus 34 anos, está mais próximo do fim de carreira do que início. O talentoso arqueiro se despede do seu país natal como quem não deve retornar tão cedo ao torneio local.

5. Roberto de Zerbi leva seu talento embora

Shakhtar Donetsk Roberto de Zerbi Sassuolo Itália Série A
Jovem treinador está no comando do Shakhtar Donetsk / VALERY HACHE/Getty Images

A presença destaca de Domenico Berardi e Manuel Locatelli na Eurocopa não foi por acaso. Ambos tiveram um grande professor: Roberto de Zerbi. O treinador do Sassuolo, responsável pelo belo trabalho nos últimos anos, partiu rumo ao Shakhtar Donetsk, da Ucrânia.

6. Mais uma perda para a Premier League: Cristian Romero

Cristian Romero Tottenham Premier League Atalanta
Romero em ação pelos Spurs / James Williamson - AMA/Getty Images

Melhor defensor da Série A 2020/21, Cristian Romero representa mais um talento que sai da Itália para brilhar na Premier League. Em transação que envolveu cerca de 43 milhões de libras, o argentino se despediu da Atalanta e partiu rumo ao Tottenham.

facebooktwitterreddit