Olimpíadas

6 jogadoras que podem decidir o jogo entre Holanda e Brasil, pelas Olimpíadas

Nathália Almeida
Brasil estreou com goleada sobre a China
Brasil estreou com goleada sobre a China / Koki Nagahama/Getty Images
facebooktwitterreddit

Depois de estrear com goleada por 5 a 0 sobre a China, a Seleção Brasileira se prepara para encarar aquele que tende a ser o seu maior desafio nesta primeira fase do futebol feminino nos Jogos de Tóquio: a forte equipe da Holanda, atuais vice-campeãs do mundo.

Programado para o próximo sábado (24), às 8h de Brasília, este grande confronto contará com inúmeras estrelas em campo, ou seja, não são poucas as candidatas ao posto de protagonista da partida. A seguir, elencamos 6 delas:


1. Marta (Brasil)

Marta
Marta teve atuação de gala contra a China / BSR Agency/Getty Images

Segunda maior artilheira da história das Olimpíadas, Marta teve uma atuação esplendorosa contra a China, anotando dois gols e criando várias oportunidades de gol em favor do Brasil. A maior da história está com muito apetite nesta edição dos Jogos e, também por isso, é uma ameaça constante às defesas rivais.

2. Vivianne Miedema (Holanda)

Vivianne Miedema
Miedema fez quatro gols na estreia / BSR Agency/Getty Images

Vivianne Miedema é um perigo dentro da grande área, e demandará muito cuidado do sistema defensivo brasileiro. Anotou quatro gols na vitória da Holanda sobre a Zâmbia, na estreia do torneio, estatística surreal que prova seu faro de gols. Ótima finalizadora.

3. Debinha (Brasil)

Debinha
Debinha é a artilheira da era Pia Sundhage / Koki Nagahama/Getty Images

Veloz, habilidosa e muito participativa, Debinha é a artilheira do Brasil na 'era Pia Sundhage'. Vem se dando bem com esse novo esquema de jogo implementado pela treinadora sueca, dialogando em alto nível com suas companheiras de ataque. Deixou sua marca na estreia e certamente quer mais nesta segunda rodada da competição.

4. Lieke Martens (Holanda)

Lieke Martens
Martens é a grande craque desse time / BSR Agency/Getty Images

Eleita melhor do mundo em 2017, Lieke Martens é a grande craque deste time holandês. Vem de uma grande temporada com a camisa do Barcelona e mostrou seu cartão de visitas logo na primeira rodada, com uma partida de gala diante da Zâmbia. É uma atacante muito técnica e talentosa.

5. Rafaelle (Brasil)

Rafaelle
Rafaelle teve exibição espetacular diante da China / BSR Agency/Getty Images

Considerando que a Holanda costuma ter grande volume de jogo e se destaca pelo seu forte ataque, uma das candidatas à heroína da partida é a zagueira Rafaelle, que vive grande fase e foi praticamente impecável na estreia contra a China. É fato que será bastante testada, mas tem qualidade para segurar essas talentosas atacantes holandesas.

6. Sari van Veenendaal (Holanda)

Sari Van Veenendaal
Goleira holandesa é muito boa tecnicamente / BSR Agency/Getty Images

A boa goleira holandesa teve uma estreia bastante irregular contra Zâmbia, e fará o possível para se redimir nesta segunda rodada do torneio. Diante de um ataque recheado de jogadoras de alto calibre como o do Brasil, tende a ser bastante exigida e pode se consagrar.

facebooktwitterreddit