Olimpíadas

6 jogadoras que podem decidir a final olímpica feminina entre Canadá e Suécia

Nathália Almeida
Suécia e Canadá são duas seleções pra lá de experientes
Suécia e Canadá são duas seleções pra lá de experientes / Marcio Machado/Getty Images
facebooktwitterreddit

Antes da bola começar a rolar, os fãs de futebol feminino apontavam Holanda, Estados Unidos e Brasil como forças a serem observadas no torneio olímpico. Mas os Jogos de Tóquio têm sido tudo, menos previsível, e nenhuma destas três seleções conseguiu chegar à decisão da modalidade.

Na próxima quinta-feira (5), Canadá e Suécia protagonizam a grande final do futebol feminino nas Olimpíadas, equipes de escolas diferentes e com ideias distintas de futebol, mas tradicionais e que chegam à disputa do ouro por méritos.

A seguir, elencamos 6 jogadoras que podem decidir esta final olímpica.


1. Fridolina Rolfö

Fridolina Rolfo
Rolfö está fazendo uma olimpíada impecável / Brad Smith/ISI Photos/Getty Images

A atacante de 27 anos, recém-contratada pelo Barcelona, é o grande nome da Suécia nestes Jogos Olímpicos: são três gols feitos e duas assistências distribuídas em quatro partidas disputadas. Em uma tarde inspirada, pode causar enormes problemas à pesada defesa canadense.

2. Janine Beckie

Janine Beckie
Beckie tem sido uma das jogadoras mais perigosas do Canadá / Naomi Baker/Getty Images

O Canadá é uma seleção de poucos gols e pouca inspiração ofensiva, mas Janine Beckie pode ser considerada uma exceção neste padrão. Tem sido a jogadora de ataque mais perigosa da equipe vermelha, não à toa é a artilheira do time na edição com dois gols marcados.

3. Stina Blackstenius

Stina Blackstenius
Blackstenius é uma das goleadoras da Suécia / Maja Hitij/Getty Images

A sintonia fina com Rolfö vem gerando excelentes frutos para Blackstenius, que chega à final olímpica com status de principal goleadora do time sueco no torneio: são quatro tentos anotados em cinco jogos. É uma centroavante de bom posicionamento e boa movimentação.

4. Stephanie Labbé

Stephanie Labbe
Labbé faz uma grande olimpíada / Naomi Baker/Getty Images

Estamos falando, possivelmente, da melhor goleira desta edicao dos Jogos Olímpicos. Depois de fechar o gol contra o Brasil (quartas de final) e contra os Estados Unidos (semifinal), Labbé chega à decisão com a moral no alto. Muito reflexo e excelente tempo de reação.

5. Sofia Jakobsson

Sofia Jakobsson
Jakobsson é a cabeça pensante do time sueco / Dan Mullan/Getty Images

Ela veste a camisa 10 e honra muito a numeração associada à genialidade. Cerebral e muito talentosa, vem desequilibrando nos passes decisivos e nas assistências (3). Para muitos, é a jogadora mais técnica deste ótimo time sueco, que vem encantando a todos pelo alto volume de jogo.

6. Christine Sinclair

Christine Sinclair
Sinclair é a maior goleadora do futebol de seleções femininas / Naomi Baker/Getty Images

É verdade que Sinclair não vem fazendo uma grande Olimpíada, aliás, bem longe disso. Mas é impossivel não apontar a maior artilheira da história do futebol feminino de seleções como uma candidata a decidir o jogo final. No mundo, raras são as atacantes que sabem fazer gols como a camisa 12, portanto, toda atenção é pouca para o sistema defensivo sueco.

facebooktwitterreddit