6 coisas que todo torcedor do Palmeiras deveria saber sobre o Libertad na Libertadores

Antonio Mota
Palmeiras e Libertad têm história juntos.
Palmeiras e Libertad têm história juntos. / Luis Vera/Getty Images
facebooktwitterreddit

O Palmeiras avançou às quartas de final da Conmebol Libertadores de 2020 após superar o modesto Delfín, do Equador. Agora, porém, o Alviverde Paulista vai pegar o tradicional Libertad, do Paraguai, e, mesmo sendo o grande favorito, deve ter mais dificuldades. Ou não? Descubra abaixo.   

1. O cara do time: Óscar Cardozo

Vai um gol aí?
Vai um gol aí? / Pool/Getty Images

O Libertad tem o 10º melhor ataque da Conmebol Libertadores de 2020 e muito pelo faro de gol do artilheiro Óscar Cardozo. Aos 37 anos, o atacante paraguaio tem 4 tentos em 7 partidas – média de 0,57 por jogo. Se cuida, Verdão...

2. O Libertad e o ‘seu limite’ na Conmebol Libertadores

O Libertad nunca passou das semifinais da Libertadores.
O Libertad nunca passou das semifinais da Libertadores. / NORBERTO DUARTE/Getty Images

Embora seja muito tradicional em seu país, o Libertad parece ter um “limite” na Conmebol Libertadores: as semifinais – etapa que alcançou em duas oportunidades: 1977 e 2006. Ou seja, caso passe pelo Verdão, o clube paraguaio vai chegar novamente ao estágio mais avançado que conhece da competição sul-americana.

3. Nicolás Leoz: o antigo mandatário da Conmebol que deu nome à casa do Libertad

Ex-mandatário da Conmebol, Nicolás Leoz era apaixonado pelo Libertad.
Ex-mandatário da Conmebol, Nicolás Leoz era apaixonado pelo Libertad. / Marco del Rio/Getty Images

Lenda da Conmebol, Nicolás Leoz (1928/2019) foi durante muitas décadas um dos principais dirigentes sul-americanos, tendo passado por várias instituições, incluindo o próprio Libertad – time do qual foi presidente entre 1968 e 1971. O nome do estádio do clube paraguaio é em sua homenagem, vale dizer.

4. O Verdão tem um bom histórico contra times paraguaios e contra o Libertad

O Palmeiras costuma não 'vacilar' contra equipes paraguaias.
O Palmeiras costuma não 'vacilar' contra equipes paraguaias. / Pool/Getty Images

O Palmeiras precisa se preocupar com o Libertad? Bom, o histórico diz que “um pouco”. Ao todo, o Verdão disputou 30 partidas contra equipes paraguaias, tendo 16 vitórias, 9 empates e 5 derrotas. Destes jogos, 6 foram contra o Repollero e o time se saiu bem: 3 triunfos, 2 empates e apenas um revés.

5. O Libertad não chegava às quartas da Copa há 8 anos

O Libertad não tem tido muito sucesso na Libertadores.
O Libertad não tem tido muito sucesso na Libertadores. / Marcelo Hernandez/Getty Images

Um outro ponto favorável ao Alviverde é que o Libertad não tem tido sucesso na Conmebol Libertadores nas últimas temporadas. A última vez que o time chegou às quartas de final do torneio foi em 2012. Ou seja, há oito anos.

6. O Libertad tem muitos problemas, sobretudo defensivos

O Libertad tem muitos problemas defensivos.
O Libertad tem muitos problemas defensivos. / Pool/Getty Images

O Libertad tem a pior defesa entre os times das quartas de final da Conmebol Libertadores. Ao todo, o time sofreu 12 gols em 8 jogos – média de 1,5 gol tomado por jogo.

E vale lembrar que os paraguaios avançaram com apenas 38.9% de aproveitamento na fase de grupos – 7 pontos. O pior entre todos os sobreviventes do torneio.

Curiosidade: campeões da Conmebol Libertadores com o Palmeiras em 1999, Catalino Rivarola e Francisco Arce também vestiram a camisa do Libertad. Lendas.

facebooktwitterreddit