6 brasileiros que foram para Europa e logo voltaram ao seu clube de origem

Antonio Mota
Gabigol e Gerson foram e voltaram da Europa antes de brilharem no Flamengo.
Gabigol e Gerson foram e voltaram da Europa antes de brilharem no Flamengo. / Buda Mendes/Getty Images
facebooktwitterreddit

O Brasil enviou milhares de jogadores para a Europa ao longo da história. Ronaldo, Ronaldinho, Kaká e Neymar, por exemplo, foram para o Velho Continente e lá se estabeleceram por muitos anos. Outros, porém, até tentaram, mas não conseguiram ter uma vida muito longa do outro lado do mundo. A seguir, relembre de 6 brasileiros que foram para Europa e logo voltaram ao seu clube de origem.

6. Renato Gaúcho não embalou na Itália e voltou ao Brasil

Renato Gaucho
Renato Gaúcho não se firmou na Itália. / Miguel Schincariol/Getty Images

Um dos grandes nomes do futebol do Brasil entre os anos 1980 e 1990, Renato Gaúcho deixou o Grêmio e foi para o Flamengo em 1987. Já no Rio de Janeiro, o atacante recebeu um convite e se mandou para a Itália, onde assinou com a Roma, em 1988. Lá, porém, ele não correspondeu e um ano depois retornou ao Mais Querido.

5. Roger Flores não ficou muito tempo no Benfica após deixar o Flu

Roger Flores Fluminense
Roger Flores não decolou no Benfica. / Getty Images/Getty Images

Formado no Fluminense, Roger Flores apareceu com muito potencial e não demorou para se firmar nas Laranjeiras no final dos anos 1990. Voando no Tricolor, o meio-campista foi negociado com o Benfica, de Portugal, onde não conseguiu se manter por muito tempo. Assim, o brasileiro foi emprestado em duas oportunidades ao próprio Flu.

4. Romário foi para o Valencia, mas ‘sentiu saudades’ do Flamengo e voltou

Romario Flamengo
Romário tentou engatar uma segunda passagem pela Europa, mas não deu muito certo. / VANDERLEI ALMEIDA/Getty Images

Grande personagem da história do futebol nacional, Romário surgiu no Vasco e lá conseguiu uma bela passagem para a Europa, onde defendeu o PSV e o Barcelona. Em seguida, em 1995, o Baixinho cansou do Velho Continente e voltou ao Brasil, fechando com o Flamengo. No ano seguinte, o atacante tentou uma nova trajetória no Velho Continente, mas acabou não tendo muito sucesso no Valencia e voltando ao Mais Querido. Isso aconteceu 'duas vezes' entre 1996 e 1997.

3. Gabigol tentou a vida na Europa, mas precisou recomeçar no Santos

Gabriel Barbosa Santos
Ídolo do Flamengo, Gabigol não se deu muito bem na Europa. / Alexandre Schneider/Getty Images

Após surgir muito bem no Santos, Gabigol foi contratado pela Inter de Milão em 2016, o que não deu muito certo. Em 2017, o camisa 9 foi emprestado ao Benfica e no ano seguinte ao próprio Peixe. Já em 2019, o Menino da Vila chegou ao Flamengo e se consolidou.

2. Marcelinho Carioca e o bate e volta no Velho Continente

Marcelinho Carioca Corinthians Valencia
Marcelinho ficou devendo no Valencia. / MARIE HIPPENMEYER/Getty Images

Marcelinho Carioca viveu duas experiências na Europa e não deu certo em nenhuma. Em 1997, após bons anos no Flamengo e no Corinthians, o meia-atacante foi para o Valencia, mas não conseguiu manter o nível e acabou sendo “devolvido” ao Timão. Uma decepção na Espanha, mas uma boa notícia no Brasil.

1. Gerson foi para a Roma, mas logo retornou ao Fluminense

Fluminense Gerson
Gerson foi, mas voltou... / Alexandre Loureiro/Getty Images

Mais uma Cria de Xerém. Base do Fluminense, o meio-campista Gerson chamou atenção da Europa e logo foi contratado pela Roma, em 2016. O Coringa, porém, acabou fazendo um “bate e volta” na Itália, já que pouco tempo após desembarcar lá acabou retornado ao Tricolor por empréstimo. Hoje, após destruir no Flamengo, o meia se aventura novamente no Velho Continente.

facebooktwitterreddit