Listas

6 atletas que jogaram no Fluminense e depois atuaram no Flamengo

Antonio Mota
Com contratação de Ayrton Lucas, Flamengo vai aumentar lista de jogadores ex-Flu com passagem pelo Ninho do Urubu.
Com contratação de Ayrton Lucas, Flamengo vai aumentar lista de jogadores ex-Flu com passagem pelo Ninho do Urubu. / Buda Mendes/GettyImages
facebooktwitterreddit

Rivais, rivais... negócios à parte. Flamengo e Fluminense são ferrenhos adversários há quase 110 anos e desde “40 minutos antes do nada”, como diria o eterno Nelson Rodrigues, são protagonistas do imensurável Fla-Flu. A rivalidade histórica entre os tradicionais clubes do Rio de Janeiro é pulsante e impacta no cotidiano das equipes dentro e fora das quatro linhas. Mas, no entanto, há um campo onde esse antagonismo fica um pouco mais de lado: o mercado da bola.

Afinal, uma boa “oportunidade” é sempre bem vista por todos os lados. O Flamengo, por exemplo, acertou recentemente a contratação do lateral-esquerdo Ayrton Lucas, ex-Flu, que vai chegar ao Ninho do Urubu para reforçar a lista de atletas com passagem pelas Laranjeiras a “pular o mundo”. Confira abaixo 6 atletas que jogaram no Fluminense e depois atuaram no Flamengo.

1. Pedro

Pedro Flamengo FLuminense Mercado
Pedro é uma das armas do Flamengo na atualidade. / Alexandre Schneider/GettyImages

Revelado pelo Fluminense, Pedro se destacou e foi apontado como um dos nomes mais promissores do Brasil na segunda metade da década passada. Em 2019, o atacante recebeu uma oferta e se mudou para a Itália, onde defendeu a Fiorentina.

O centroavante, no entanto, não teve vida longa da Europa e logo no ano seguinte foi repatriado pelo Flamengo, onde atua desde então.

2. Thiago Neves

Thiago Neves Fluminense Flamengo
Thiago Neves conquistou títulos com o Fluminense. / LatinContent/GettyImages

Thiago Neves deu os primeiros passos no esporte no Paraná, mas foi no Fluminense onde explodiu no início da carreira. Entre 2007 e 2008, o meio-campista defendeu o Flu e conquistou uma Copa do Brasil. Anos depois, o Maestro teve uma curta passagem pelo Flamengo, em 2011. Já no ano seguinte, em 2012, ele voltou às Laranjeiras para erguer mais taças: uma do Carioca e outra do Campeonato Brasileiro.

3. Henrique Dourado

Henrique Dourado Flamengo Fluminense
O Ceifador não vingou no Fla após boa passagem pelo Flu. / Buda Mendes/GettyImages

Henrique Dourado rodou por algumas equipes do Brasil e do exterior antes de chegar ao Fluminense, em 2016. Nas Laranjeiras, o Ceifador se encaixou como uma luva e passou a ser um dos atacantes de destaque no país, algo que o recolocou na mira de muitas equipes. E aí apareceu o Flamengo, que o “arrancou” do arquirrival no início de 2018.

O goleador, porém, decepcionou no lado vermelho e preto do Rio e acabou sendo negociado logo depois com um clube da Ásia.

4. Kenedy

Kenedy Flamengo Fluminense
Kenedy não deu muito certo no Flamengo, mas surgiu bem no Flu. / Buda Mendes/GettyImages

Kenedy surgiu no Fluminense e de lá deu um grande salto para a Europa. Em 2015, o versátil atacante assinou com o Chelsea e deu indícios de que explodiria para o mundo da bola. Contudo, as expectativas não se confirmaram o Garoto de Xerém passou a rodar por equipes de menor expressão do Velho Continente.

Nesse cenário, o Flamengo decidiu dar uma chance ao ex-Flu e o repatriou no ano passado. O movimento não deu certo e o atacante passou sem brilho pela equipe.

5. Gerson

Flamengo Fluminense Gerson, Gerson Santos da Silva
Gerson viveu grandes momentos no Flamengo. / Simon Holmes/GettyImages

Após chamar atenção no Fluminense e ir para a Fiorentina, o meio-campista Gerson fechou com o Flamengo e “mudou de patamar”. Com o manto rubro-negro, o meia se tornou “Coringa”, virou xodó da Nação e caiu nas graças dos críticos, sendo indicado como uma das referências da posição na América do Sul.

Hoje, após levantar muitas taças no Fla, o camisa 8 segue a carreira no Olympique de Marseille, da França.

6. Darío Conca

Fluminense Flamengo Conca
Conco é ídolo no Fluminense. / Buda Mendes/GettyImages

Ídolo do Fluminense, Darío Conca construiu uma história de altos e baixos no Brasil. Com o Flu, o meia-atacante ganhou títulos, foi chamado de “craque” e encantou o continente. Já com o Fla, não conseguiu jogar e foi uma caríssima decepção.

facebooktwitterreddit