​O início de ano do Fluminense prenunciava um cenário apocalíptico para o time dentro de campo. A debandada de diversos jogadores de peso num elenco que já era curto, aliada às dificuldades financeiras para trazer reforços, apresentou um horizonte que parecia sombrio ao Tricolor das Laranjeiras. ​Mas aí veio fevereiro, e tudo mudou.

FBL-US-FLORIDA-CUP


Com os salários em dia e o plantel cada vez mais entrosado sob a batuta de Abel Braga, o Flu teve um mês de sonhos: quatro vitórias em quatro jogos (entre estadual e Copa do Brasil), com direito a 14 gols marcados e nenhum sofrido. Além do alto nível das atuações, como aconteceu no último sábado no Fla-Flu vencido por 4 a 0:


"A sensação é de dever cumprido, afinal, colocamos em prática o que o Abel pede e o que a gente treina. Agora, temos que manter os pés no chão pois há muito a evoluir. A tendência é que fique cada vez mais difícil, afinal, os adversários se estudam", resumiu o volante Jadson ao site ​GloboEsporte.


O próximo desafio da equipe é da mais alta importância para o restante da temporada. Na quinta-feira, dia 1º de março, no Nilton Santos, o time volta a campo para encarar o Avaí pela 3ª fase da Copa do Brasil. A volta, em Florianópolis, está marcada para o dia 15.