​Depois de um primeiro tempo ruim, o Flamengo esteve a ponto de vencer o Corinthians na casa do líder do Brasileirão. Isso em função de uma etapa final que precisa ser levada como exemplo.



Além de chegar ao empate (1 a 1), a equipe obrigou o goleiro Cássio a fazer grande defesa em cabeceio de Juan e ainda viu Diego perder chance incrível dentro da área. Em resumo: o time foi para cima do adversário, ocupou o campo de ataque e mostrou que poderia sim ter obtido um resultado melhor. “Conseguimos dar mais profundidade às jogadas, trocamos passes com mais rapidez. Mexemos com a zaga deles e conseguimos criar as chances”, comentou o meia Everton Ribeiro.



Autor do gol, o zagueiro Réver também tira as lições de um segundo tempo que, conforme o defensor, trouxe satisfação a todos. “Entramos com muita dedicação e o nível de concentração lá em cima. Se mantivermos isso, temos condições de alçar voos mais altos”, disse. Nesta quarta-feira, o Flamengo enfrenta o Santos, no Pacaembu. E a ideia é continuar com este nível de atuação. Afinal, é duelo que vale a terceira colocação no campeonato.