O Santos não deve conseguir a anulação da partida contra o Flamengo junto à CBF. Ainda assim, segundo informações do ​UOL, o saldo do caso é considerado positivo nos bastidores da Vila Belmiro. 


Leandro Vuaden 2017


A cúpula do Peixe acredita que conseguiu ser ouvida pela CBF e terá suas reivindicações mais respeitadas em ocasiões futuras. O alvinegro praiano, inclusive, ainda espera que a entidade proíba a presença de repórteres da Globo junto aos bancos de reserva de seu estádio - algo que seria considerado uma vitória gigantesca dado todo o contexto.


Além dessa maior interlocução com a CBF, a repercussão do caso deve ajudar o clube a ter casa cheia neste meio de semana. Quarta-feira, no Pacaembu, Santos e Flamengo reeditarão o jogo polêmico, agora pelo Brasileirão, e a promessa é de muita pressão das arquibancadas. Até agora, mais de 10 mil ingressos foram vendidos antecipadamente. 



O alvinegro praiano ainda não apresentou qualquer prova da acusação da suposta interferência externa - e o clube teria se comprometido com a CBF em não fazê-lo. A Rede Globo, o repórter Eric Faria e o trio de arbitragem negam veementemente a acusação. 


​​