​Parecia que, dessa vez, ele iria embora do São Paulo. Parecia. Rodrigo Caio teve frustrada uma transferência para o Zenit, da Rússia. Tudo em função do valor exigido pelo São Paulo para liberar o atleta.



Conforme a coluna ​​De Primeira, do Uol, o clube de São Petersburgo não aceitou pagar a multa rescisória de 18 milhões de euros (cerca de R4 65 milhões) para levar o zagueiro para o Velho Continente. Como o Tricolor não abriu mão disso, nada feito.



Esta, no entanto, não foi a primeira oportunidade surgida na carreira do campeão olímpico. No passado, já esteve muito próximo do Atlético de Madrid. Com contrato renovado até 2021, Rodrigo Caio é um dos maiores salários do clube - recebe cerca de R$ 400 mil. Ser valorizado nesta proporção, inclusive, foi uma de suas exigências para aumentar o vínculo no início da temporada. Claro, não está descartado que, até o final de agosto, quando se encerra a janela de transferências internacionais, surja alguma outra proposta. Mas, neste momento, dificilmente o São Paulo dará o braço a torcer.