Juventus' Italian goalkeeper Gianluigi Buffon (R) and Juventus' Italian defender Leonardo Bonucci (C) react after a goal during the UEFA Champions League final football match between Juventus and Real Madrid at The Principality Stadium in Cardiff, south Wales, on June 3, 2017. / AFP PHOTO / JAVIER SORIANO        (Photo credit should read JAVIER SORIANO/AFP/Getty Images)

Clube brasileiro surge em lista mundial de maiores vendedores desta janela

Não foram poucas as transferências que o São Paulo providenciou neste meio de ano. Pelo contrário, a debandada surgiu quando menos se esperava, quando o calendário brasileiro ainda estava no segundo semestre. O faturamento, com isso, foi altíssimo, bem acima do que de qualquer outro clube no Brasil. Confere a lista aí:

1. Benfica (Portugal)

Clube português cuja fama é de grande vendedor para os maiores centros do futebol europeu. Alguns de seus atletas vão jogar a Premier League no próximo ano, aumentando a receita a crescer em 113,1 milhões.

2. Mônaco (França)

Levando a "medalha de prata" no quesito está uma das equipes que mais surpreenderam na última Champions League. Com vendas do quilate da de Bernardo Silva, os franceses quase tocaram no topo da lista: 110 milhões de euros.

3. Roma (Itália)

Como costuma acontecer nas janelas de verão, a Roma reformulou boa parte do plantel, com muitas vendas de peças importantes para o time. Com isso, alcançou a marca de 108,25 milhões de euros.

4. Everton (Inglaterra)

Capitaneado pela venda de Lukaku ao Manchester United o faturamento relacionado a vendas do Everton chegou a 106,28 milhões de euros.

5. Olympique Lyon (França)

O clube francês negociou o ótimo Lacazette com o Arsenal, elevando demais a sua conta bancária: 102,75 milhões de euros.

6. Real Madrid

Com a venda de Morata ao Chelsea, os madrilenos alcançaram a marca de 92 milhões de euros.

7. Juventus (Itália)

Protagonista de uma das vendas mais comentadas nesta janela, a Juve mandou Bonucci para o Milan e, além dele, ainda faturou mais atletas do elenco. Total recebido até agora chega a 87,2 milhões de euros.

8. Chelsea (Inglaterra)

Os azuis de Londres venderam jogadores como Aké e Begovic, totalizando 77,5 milhões de euros em negociações de saídas.

9. Sevilla (Espanha)

A polêmica saída de Vitolo deu uma alavancada nos números do Sevilla, que agora conta com 77 milhões de euros em vendas nesta janela.

10. Porto (Portugal)

Conhecido por ser bom vendedor, o Porto fez jus à fama nesta janela: faturamento de  61,9 milhões de euros.

11. Atlético de Madrid (Espanha)

Com a venda de Theo Hernández ao rival Real Madrid, a situação do colchonero alavancou no ranking.

12. Sampdoria (Itália)

Até agora, a tradicionalíssima Sampdoria já faturou 51,5 milhões de euros em negociações feitas

13. Borussia Dortmund (Alemanha)

Com as vendas de Matthias Ginter (17), Sven Bender (12,5) e Adrián Ramos (12) , os aurinegros aparecem na lista: 45,5 milhões de euros ao clube.

14. Inter de Milão (Itália)

Tentando ser mais atuante no mercado como clube comprador, a Inter também já vendeu bons valores para esta temporada: 43,03 milhões de euros

15. Bayer Leverkusen (Alemanha)

Os alemães lucraram 41,5 milhões de euros, boa parte desse dinheiro oriungo da venda de Hakan Çalhanoglu.

16. Torino (Itália)

Com a venda do brasileiro Bruno Peres à Roma, dentre outros negócios, o clube de Turim chegou a 37,5 milhões de euros de faturamento.

17. Manchester City (Inglaterra)

Sem se firmar no time montado por Pep Guardiola, Nolito foi um dos principais nomes a deixar o lado azul de Manchester, que teve 36,4 milhões de euros de faturamento no quesito.

18. Wolfsburg (Alemanha)

A equipe alemã vendeu, dentre outros, o volante Luiz Gustavo ao futebol da França. Com isso, já faturou 35 milhões de euros.


19. Atalanta (Itália)

Com um time jovem e promissor, a Atalanta conseguiu bons resultados em campo e agora colhe os frutos fora dele: 35 milhões de euros em transferências.

20. São Paulo (Brasil)

Única equipe "não europeia" da lista, o São Paulo faturou 33,5 milhões de euros nesta janela.