Listas

5 vezes em que brasileiros levaram a melhor sobre argentinos na Sul-Americana

Lucas Humberto
Do histórico jogo entre São Paulo e Tigres ao caminho da Chapecoense na Sula de 2016: 5 vezes em que brasileiros levaram a melhor sobre argentinos.
Do histórico jogo entre São Paulo e Tigres ao caminho da Chapecoense na Sula de 2016: 5 vezes em que brasileiros levaram a melhor sobre argentinos. / NELSON ALMEIDA/Getty Images
facebooktwitterreddit

Duelo de 'primeira classe' na Copa Sul-Americana!

Nesta quinta-feira (15), Santos e Independiente abrem um dos confrontos mais esperados das oitavas de final do torneio. São 10 títulos da Libertadores em campo, sendo que o Peixe parte em busca do seu primeiro troféu na Sul-Americana, enquanto os adversários de Buenos Aires já venceram esta competição três vezes.

No aquecimento para este grande duelo - sobre o qual falamos melhor aqui -, relembramos cinco ocasiões em que clubes brasileiros levaram vantagem frente aos argentinos:

1. São Paulo x Tigres - Final (2012)

São Paulo Tigre Sul-Americana
Não faltou confusão na partida / AFP/Getty Images

Impossível abrir uma lista sobre duelos entre brasileiros e argentinos na Sul-Americana e não falar do polêmico São Paulo x Tigre, na decisão de 2012. No jogo de volta da série, apenas a vitória interessava aos dois clubes envolvidos, visto que a primeira partida havia ficado empatada em 0 a 0. Logo no primeiro tempo, Lucas Moura e Osvaldo anotaram.

Acontece que a segunda metade do confronto nunca existiu. Os jogadores do Tigre não retornaram ao gramado e, depois de aproximadamente 30 minutos, a partida foi encerrada e o título dado ao Tricolor Paulista. Apesar dos fatos não terem sido confirmados, os argentinos alegaram que a Polícia Militar havia os ameaçado no vestiário.

2. Internacional x Boca Juniors - Quartas de final (2008)

Boca Juniors Sul-Americana Internacional
Colorado teve vitória história diante do Boca Juniors / AFP/Getty Images

Tite estava no comando e D'Alessandro ainda defendia as cores do Internacional! Faz tempo, certo? Nas quartas de final do torneio, em 2008, o Colorado enfrentou o sempre temido Boca Juniors. Na primeira oportunidade, aplicou logo um 2 a 0 para estar em boa vantagem, afinal, estava nos seus domínios. No segundo jogo, no místico La Bombonera, 2 a 1 favorável ao clube de Porto Alegre, que venceu a competição daquele ano.

3. Ponte Preta x Vélez Sarsfield - Quartas de final (2013)

Vélez Sarsfield Ponte Preta Sul-Americana
Ponte Preta chegou à grande final, mas acabou sendo superada / AFP/Getty Images

Favoritismos confirmados? Nada disso! Nos idos de 2013, a Macaca calou todo o José Amalfitani ao vencer o tradicional Vélez Sarsfield. Depois de um empate sem gols no jogo de ida, Elias e Fernando Bob anotaram na casa do adversário para dar números finais ao jogo. A história da Ponte Preta na competição não acabou aí: a equipe ainda venceu o São Paulo na semifinal, mas acabou caindo ante o Lanús na decisão.

4. Chapecoense x Independiente - Oitavas de final (2016)

Danilo Chapecoense Independiente Sul-Americana
Chape venceu nos pênaltis, com atuação destacada de Danilo / NELSON ALMEIDA/Getty Images

Após dois empates sem gols, Chapecoense e Independiente rumaram aos pênaltis na Arena Condá. Nas penalidades máximas, Thiego e Cleber Santana desperdiçaram as primeiras oportunidades do time da casa, mas Danilo conseguiu defender dois chutes dos adversários. Na última série, Tagliafico não conseguiu converter. O embate marcou uma performance histórica do arqueiro e o título da Chape, que mais tarde iria sofrer uma das maiores tragédias do futebol mundial.

5. Chapecoense x San Lorenzo - Semifinal (2016)

Chapecoense San Lorenzo Sul-Americana
Como não poderia deixar de ser, houve muita confusão / NELSON ALMEIDA/Getty Images

Ao analisar o placar friamente podemos não ter a dimensão do que aconteceu nesta partida. Contudo, após empatar o primeiro duelo em 1 a 1, a Chapecoense estudou seu adversário friamente, conseguiu segurar o placar sem gols e venceu pela regra do gol fora de casa. Na ocasião, a lotada Arena Condá fez uma festa inesquecível ao futebol catarinense.

facebooktwitterreddit