5 vencedores do Golden Boy que acabaram não vingando

Pedro José Domingues
TIM Trophy 2009
TIM Trophy 2009 / Claudio Villa/Getty Images
facebooktwitterreddit

Esses jogadores tiveram um início de carreira com uma expectativa altíssima de seus clubes e torcida. Pareciam que se tornariam craques, mas ficaram só por isso mesmo, decaindo bastante de rendimento ao longo de suas carreiras.

Confira cinco nomes vencedores do prêmio Golden Boy, que acabaram não vingando em suas carreiras após a premiação.

5. Renato Sanches (2016)

FC Bayern Muenchen v SL Benfica - UEFA Champions League Quarter Final: First Leg
FC Bayern Muenchen v SL Benfica - UEFA Champions League Quarter Final: First Leg / Jean Catuffe/Getty Images

Em 2016, o vencedor do prêmio foi o meio-campista português Renato Sanches, que surgiu muito bem no Benfica e já acumulava convocações para a seleção de Portugal - conquistou a Euro de 2016. Foi contratado pelo Bayern, mas não conseguiu se provar como um jogador acima da média. Atualmente, é uma das peças mais importantes do Lille, da França, mas sem um destaque de Golden Boy.

4. Rafael van der Vaart (2003)

VI-Images Archive
VI-Images Archive / VI-Images/Getty Images

O primeiro ganhador do prêmio foi o meia holandês Rafael van der Vaart, que teve um grande início de carreira vestindo a camisa do gigante Ajax. O holandês foi contratado pelo Real Madrid, mas não conseguiu se destacar no clube merengue. Van der Vaart foi um bom jogador, mas não um craque como todos esperavam.

3. Alexandre Pato (2009)

AC Milan v Cagliari Calcio - Serie A
AC Milan v Cagliari Calcio - Serie A / Dino Panato/Getty Images

Alexandre Pato foi outro que teve um sucesso imenso em suas primeiras temporadas como profissional, e foi perdendo desempenho ao longo dos anos. O brasileiro foi eleito Golden Boy com 20 anos, e em sua segunda temporada no Milan, onde teve maior destaque na carreira. Depois que retornou ao Brasil, não se firmou em mais nenhum clube e acumulou passagens apagadas por Chelsea e Villarreal.

2. Mario Balotelli (2010)

Manchester City v Bolton Wanderers - Premier League
Manchester City v Bolton Wanderers - Premier League / Clive Mason/Getty Images

Talvez um dos talentos mais desperdiçados dos últimos anos. Para quem via Balotelli destruir a Alemanha na Euro de 2012 com tão pouca idade, pensaria que seria um grande craque hoje em dia. Mario Balotelli foi o Golden Boy de 2010, após uma grande temporada pelo Manchester City. Desde então, seu status de craque foi se perdendo, com o atacante italiano trocando constantemente de camisa aos 30 anos.

1. Anderson (2008)

Olympique Lyonnais v Manchester United - UEFA Champions League Round of 16 1st Leg
Olympique Lyonnais v Manchester United - UEFA Champions League Round of 16 1st Leg / Etsuo Hara/Getty Images

O volante brasileiro Anderson teve um ótimo e surpreendente desempenho em suas primeiras temporadas de Manchester United, após se destacar no futebol brasileiro. Depois de ganhar o Golden Boy de 2008, foi perdendo espaço dentro da equipe inglesa gradativamente e permanecendo na Inglaterra de 2007 até 2015. Retornou ao Brasil, jogou na Itália, e encerrou sua carreira na Turquia, aos 32 anos.

facebooktwitterreddit