Brasileirao Série A

5 treinadores que sairão 'queimados' da 28ª rodada do Brasileirão

Nathália Almeida
Sylvinho tem sido bastante criticado pela Fiel
Sylvinho tem sido bastante criticado pela Fiel / Miguel Schincariol/GettyImages
facebooktwitterreddit

Em um Campeonato Brasileiro no qual o treinador mais longevo em atividade por seu atual clube completou 13 meses no cargo - Maurício Barbieri à frente do Red Bull Bragantino -, entendemos como é grande a pressão sobre aqueles que não entram em campo, mas são responsáveis diretos pelo que acontece dentro dele.

A rotatividade de comandantes no futebol brasileiro segue altíssima, e raros são os profissionais que podemos tratar como "unanimidades" em seus respectivos times atualmente. Há aqueles, no entanto, que têm se queimado gradualmente nas últimas semanas, e que sairão ainda mais pressionados desta 28ª rodada da Série A. Confira quem são eles:


1. Fábio Carille (Santos)

Fabio Carille
Carille não conseguiu mudar os rumos do Peixe / Alexandre Schneider/GettyImages

Contratado para a vaga de Fernando Diniz, Carille conquistou apenas uma vitória em nove partidas no comando do Santos, além de quatro empates e quatro derrotas.

Neste final de semana, seu time foi derrotado em casa por 2 a 0 para o América-MG, placar que pode colocar o Alvinegro dentro da zona de rebaixamento do Brasileiro ao final da rodada 28.

A pressão dos torcedores para sua saída aumenta a cada rodada.

2. Tiago Nunes (Ceará)

Tiago Nunes
Tiago Nunes não vem bem no Ceará / Pedro Vilela/GettyImages

Trata-se de uma das situações mais delicadas dentre os citados, tendo em vista que o Ceará flertava em ser uma das "revelações" do Brasileiro, e agora flerta com a zona de rebaixamento sob a batuta de Tiago Nunes.

Contratado para substituir Guto Ferreira, o gaúcho vem empilhando resultados negativos à frente do Vozão, que não vence uma partida desde o dia 25 de setembro. Nesta rodada, o Alvinegro foi amplamente dominado pelo Juventude, podendo considerar como "sorte" o fato de ter saído do Jaconi com um ponto somado.

3. Sylvinho (Corinthians)

Sylvinho
Sylvinho vem sendo muito criticado pelos torcedores / Alexandre Schneider/GettyImages

Parece um exagero colocá-lo nessa lista após sua equipe empatar fora de casa contra um adversário direto, o Internacional. Contudo, é preciso ressaltar que o Corinthians não fez uma boa partida em Porto Alegre e saiu de campo com um ponto muito graças às individualidades de seu plantel.

Sylvinho foi mal na escalação e nas decisões táticas referentes ao jogo, ao ponto da Fiel colocar a expressão #ForaSylvinho entre os termos mais comentados do Twitter durante o confronto.

4. Alberto Valentim (Athletico)

Alberto Valentim
Valentim ainda não convenceu o torcedor do Furacão / Wagner Meier/GettyImages

Recém-chegado ao Athletico, Alberto Valentim ainda não convenceu a torcida do Furacão de que merecia esse voto de confiança da diretoria do clube. Os resultados obtidos pela equipe sob sua batuta não são nada expressivos, ainda que a atuação na Arena da Baixada contra o Flamengo, pela Copa do Brasil, tenha sido boa.

Nesta rodada do Brasileiro, optou por preservar seus titulares e acabou derrotado por 3 a 0 pelo Fortaleza. A sequência de 4 rodadas sem vitória no torneio nacional, no entanto, preocupa: caso o time não vença a Copa do Brasil ou a Sul-Americana, corre riscos de não ir à Libertadores.

5. Renato Gaúcho (Flamengo)

Renato Gaucho
Renato não foi bem no Fla-Flu / Buda Mendes/GettyImages

Depois de um início fulminante no comando do Flamengo, Renato começa a viver sua primeira pequena turbulência na Gávea. Os resultados e as atuações no Brasileiro não tem sido boas, e algumas decisões do técnico no que tange a gestão do elenco rubro-negro têm incomodado a Nação.

A derrota por 3 a 1 no clássico contra o Fluminense rendeu os primeiros gritos fortes da torcida do Mais Querido contra o treinador.

facebooktwitterreddit