Listas

5 treinadores que foram mantidos no cargo mesmo após fracasso em competições

Fabio Utz
Vagner Mancini segue no Grêmio para 2022
Vagner Mancini segue no Grêmio para 2022 / Alexandre Schneider/GettyImages
facebooktwitterreddit

Grêmio e Bahia acabaram rebaixados para a Série B do Campeonato Brasileiro, mas mantiveram seus treinadores. Sim, Vagner Mancini e Guto Ferreira serão, respectivamente, os comandantes das equipes para iniciar a próxima temporada. O 90min relembra cinco situações semelhantes, em que técnicos seguiram o trabalho mesmo depois de um grande fracasso.

1. Celso Roth / Inter

Celso Roth Técnico Internacional Mazembe Munidal Fracasso
Gaúcho era o comandante colorado diante do Mazembe / MARWAN NAAMANI/GettyImages

O técnico Celso Roth estava no comando do time gaúcho na histórica derrota para o Mazembe, do Congo, no Mundial de 2010. Mesmo assim, teve seu contrato renovado para a temporada de 2011 - não durou muito, é verdade.

2. Tite / Corinthians

Tolima Corinthians Fracasso Tite
Eliminação para o Tolima em 2011 não foi suficiente para derrubar treinador / Felipe Caicedo/GettyImages

A eliminação para o Tolima, na pré-Libertadores de 2011, foi um baque. Porém, Tite foi mantido à frente do Timão. No mesmo ano, conquistou o Campeonato Brasileiro. Na temporada seguinte, levantou as taças da Libertadores e do Mundial.

3. Vanderlei Luxemburgo / Grêmio

Vanderlei Luxemburgo Técnico Grêmio Fracasso 2013 Libertadores
Tricolor investiu muito, mas Luxa não conseguiu montar um bom time / Edu Andrade/GettyImages

O Tricolor investiu forte na montagem do plantel para 2013. Se endividou até o pescoço ao acertar com nomes como Dida, Barcos, Eduardo Vargas, Cris, André Santos, Adriano e Welliton - isso sem conta que já tinha Elano, Zé Roberto, Marcelo Moreno, Kleber Gladiador entre outros.

Pois o clube, que pouco fez no Gauchão, foi eliminado nas oitavas de final da Libertadores para o Independiente Santa Fe e, mesmo assim, optou por manter Luxa. Durou pouco mais de um mês.

4. Adilson Batista / Cruzeiro

Adilson Batista Técnico Cruzeiro 2019 Rebaixamento Fracasso
Treinador não conseguiu evitar rebaixamento da Raposa em 2019 / Buda Mendes/GettyImages

Contratado para tentar evitar o rebaixamento do Cruzeiro à segunda divisão nacional em 2019, ele não atingiu seu objetivo. Foi mantido para a temporada seguinte, mas acabou demitido no mês de março.

5. Mano Menezes / Seleção Brasileira

Mano Menezes Técnico Brasil Seleção Brasileira Copa América 2011
Técnico viu Brasil cair nas quartas da Copa América de 2011 / ANTONIO SCORZA/GettyImages

O Brasil caiu diante do Paraguai nas quartas de final da Copa América de 2011 - o vexame nas cobranças de pênaltis ficou marcado. Porém, Mano Menezes seguiu à frente do time verde-amarelo até novembro de 2012.

facebooktwitterreddit