Brasileiro Série B

5 times que fazem uma campanha surpreendente na Série B do Brasileirão

Lucas Humberto
Homem-gol do Sampaio Corrêa, Gabriel Poveda é o artilheiro isolado da Série B do Brasileirão.
Homem-gol do Sampaio Corrêa, Gabriel Poveda é o artilheiro isolado da Série B do Brasileirão. / Ronald Felipe/Agif/Gazeta Press
facebooktwitterreddit

Muito além da briga por quatro vagas na elite, o Campeonato Brasileiro Série B é construído por clubes que por vezes precisam se reinventar - e se superar - ao longo de 38 rodadas. E é por isso que surgem campanhas tão surpreendentes. Abaixo, nós listamos cinco times que merecem sua atenção nesta reta final de segundona.

1. Sampaio Corrêa

A invencibilidade nas últimas cinco rodadas - com direito a três vitórias consecutivas -, levou o Sampaio Corrêa ao G6. Restando cinco rodadas para o encerramento desta edição da Série B, a Bolívia Querida se coloca entre os postulantes ao acesso. Cuidado, Vasco...

2. Ituano

Depois de conseguir o acesso à segunda divisão na última temporada, o Ituano vem construindo uma campanha para lá de satisfatória em 2022. O Galo de Itu não só está conseguindo se manter na Série B, como também se permite sonhar com a presença na elite no ano seguinte.

3. Criciúma

Da Série C em 2021 para uma regular e segura temporada na Série B em 2022. Mesmo estando mais distante de um novo acesso se comparado aos adversários diretos, a estabilidade do Tigre até aqui merece ser enaltecida. Se manter sem sustos não é tarefa simples na disputada segundona.

4. Vila Nova

Após rodadas e rodadas na lanterna, o Vila Nova soube se recompor para deixar a zona do rebaixamento. Embora não esteja completamente fora de perigo, o Tigre de Goiânia mostrou garra para se livrar de uma situação para lá de adversa. Merece ser observado de perto.

5. Londrina

A sequência recente de tropeços não ajuda a provar nosso ponto, claro. Mas, depois de escapar do rebaixamento por um ponto na campanha anterior, o Londrina tem chances reais de encerrar esta edição da Série B no G8. Baita evolução. Quem sabe o acesso não está próximo.

facebooktwitterreddit