Futebol Feminino

5 provas de que o Palmeiras é o time que pode destronar o Corinthians no Feminino

Antonio Mota
Com ex-Juventus, Maria Alves, e outras craques, o Palmeiras Feminino chega para brigar por tudo na temporada.
Com ex-Juventus, Maria Alves, e outras craques, o Palmeiras Feminino chega para brigar por tudo na temporada. / Claudio Villa/Getty Images
facebooktwitterreddit

O Palmeiras anunciou, na tarde da última segunda-feira (24), mais um reforço de peso para a sequência da temporada. Trata-se de Maria Alves, que atuava na Juventus desde 2019. Aos 27 anos, a atacante teve uma passagem muito vitoriosa pela Europa, onde conquistou o bi do Campeonato Italiano e o bi da Supercopa da Itália, e certamente chega para somar muito no Verdão.

Já no Alviverde Paulista, Maria vai fazer parte de um projeto ambicioso, que quer ‘ganhar tudo’ e que vai trabalhar para destronar o arquirrival Corinthians no Futebol Feminino. Confira abaixo 5 provas que mostram que o Verdão pode surpreender o Timão.

1. Investimento e contratações

O Palmeiras Feminino fez mais de 10 contratações para a temporada. E trouxe nomes de peso, como a zagueira Tainara, a lateral Bruna Calderán, a meio-campista Duda Santos e a atacante Bia Zaneratto. Todas com passagens pela Seleção Brasileira. O Verdão tem investido pesado e quer tomar o posto de protagonista do Corinthians.

Vale notar que os arquirrivais estão brigando pela liderança do Campeonato Brasileiro no momento, com o Timão tendo um ponto de vantagem para o Verdão (22 a 21).

2. Elenco qualificado e ‘cascudo’

Com investimento e reforços de peso, o Alviverde Paulista montou um elenco bastante competitivo, qualificado, experiente e, claro, campeão. Além de Maria Alves, que ganhou títulos de expressão na Itália e em outros clubes, o Verdão também conta com outras atletas vitoriosas, como Júlia Bianchi, Bruna Calderan e outras. Vale ficar de olho.

3. Sede de título e ambição

O Palmeiras nunca conquistou o Brasileiro Feminino A-1 2021. Ou seja, o clube tem ‘sede de campeão’ e isso torna o time ainda mais poderoso e aguerrido dentro de campo. Além do mais, o Verdão não tem investido para apenas participar: é hora de vencer.

4. Estrutura

Em parceria com a cidade de Vinhedo, no interior de São Paulo, onde as atletas contam com uma boa estrutura (campos, academia, sala de recuperação física etc.), o Palmeiras tem montado um espaço adequado para o treinamento e jogos da equipe. Uma boa estrutura faz a diferença.

5. Comissão técnica consolidada

Bem avaliado pelo elenco e pelo clube, o técnico Ricardo Belli trabalha no Palmeiras desde meados de 2019. Agora, com mais casca, tempo de trabalho e em seu segundo Brasileirão no clube, o comandante tem tudo para alavancar o Verdão no cenário nacional do Futebol Feminino.

facebooktwitterreddit