5 motivos para seguir acompanhando a Premier League

Jurgen Klopp, Pep Guardiola
Manchester City v Liverpool - Premier League | Robbie Jay Barratt - AMA/Getty Images

Sim, nós já conhecemos seu campeão de forma antecipada, mas a Premier League está longe de acabar, viu? Há muita coisa em disputa nesta reta final do badalado Campeonato Inglês, a competição nacional mais rica e prestigiada do futebol mundial. A seguir, listamos cinco motivos para que você, apaixonado por esportes, siga com sua televisão ligada nas partidas que ainda rolarão na 'Terra da Rainha' nesta temporada. Confira:

1. Passagem de bastão: City ➡︎ Liverpool

Virgil van Dijk, Sergio Aguero
Manchester City v Liverpool FC - Premier League | Shaun Botterill/Getty Images

O Manchester City era o atual bicampeão inglês, mas foi destronado nesta temporada pelo implacável Liverpool de Jürgen Klopp. Na próxima quinta-feira (2), os dois clubes se enfrentarão pela rodada 32 da competição, com promessa de 'corredor de honra' dos jogadores do City para os arquirrivais: receber os campeões sob aplausos, dentro de campo, é uma tradição na Europa. Será uma 'passagem de bastão' curiosa e que merece nossa audiência.

2. Quem será o grande artilheiro?

Jamie Vardy
Leicester City v Aston Villa - Premier League | Malcolm Couzens/Getty Images

A disputa pela artilharia da Premier League nunca esteve tão acirrada em suas rodadas finais como nesta temporada. Jamie Vardy (Leicester) lidera a corrida pela chuteira de ouro da competição com 19 bolas na rede, seguido de perto por Danny Ings (Southampton), que já foi às redes 18 vezes no melhor ano de sua carreira profissional. Pierre-Emerick Aubameyang (Arsenal) e Mohamed Salah (Liverpool) também estão no páreo com 17 gols cada, enquanto Raúl Jiménez, principal destaque do Wolverhampton, tem 15 tentos anotados. Façam suas apostas!

É fã de esporte e não conhece a plataforma DAZN? Não perca mais tempo! Assista sua modalidade favorita a qualquer momento. Clique no link para se cadastrar.

3. A disputa acirrada por vaga na Champions

Adama Traore, Fred
Manchester United v Wolverhampton Wanderers - Premier League | Sam Bagnall - AMA/Getty Images

Exceção ao Liverpool e ao virtual vice-campeão Manchester City, as demais vagas do G-4 seguem muito em aberto. Leicester City (55) e Chelsea (54) hoje ocupam terceira e quarta colocações, respectivamente, mas estão sendo perseguidos de perto por Wolverhampton (52) e Manchester United (49). A briga por classificação direta à próxima Champions League deve se manter ferrenha até a rodada final do campeonato, já que ainda teremos alguns confrontos diretos entre postulantes.

4. Total imprevisibilidade na zona do rebaixamento

Gerard Deulofeu
Watford FC v West Ham United - Premier League | Alex Broadway/Getty Images

Exceção ao Norwich City - que parece já fadado ao rebaixamento com apenas 21 pontos -, não temos a menor condição de prever, neste momento, quais serão os outros dois clubes relegados à segunda divisão. Trata-se da disputa mais intensa e em aberto nesta reta final de competição: Aston Villa (27), Bournemouth (27), West Ham (27) e Watford (28) seguem ameaçadíssimos, enquanto o Brighton (33) construiu alguma 'gordura' e respira um pouco mais aliviado neste momento. Duas vagas, quatro candidatos: quem rumará à Championship?

5. 'Melhor versão' dos times que já alcançaram seus objetivos

James Ward-Prowse, Danny Ings
Watford FC v Southampton FC - Premier League | Justin Setterfield/Getty Images

Burnley, Crystal Palace, Southampton e Newcastle são exemplos de equipes que já não têm maiores pretensões na competição: estão garantidas na primeira divisão, mas dificilmente beliscarão uma vaga europeia. E justamente por estarem mais soltas/livres na competição, é possível que vejamos suas melhores versões, como foi o caso dos Saints contra o Watford: grande exibição e vitória por 3 a 1 fora de casa. Até os jogos ditos 'despretensiosos' nesta reta final podem reservar um futebol de ótimo nível, com peças interessantes a serem monitoradas de perto.