Futebol Internacional

5 motivos para acreditar que o Ajax pode ser a grande surpresa desta Champions League

Lucas Humberto
Quarteto ofensivo do Ajax produziu números impressionantes neste início de temporada
Quarteto ofensivo do Ajax produziu números impressionantes neste início de temporada / BSR Agency/GettyImages
facebooktwitterreddit

Nove gols nos últimos dois jogos e nenhum tento sofrido. Esse é o saldo recente do Ajax, líder isolado da subestimada Eredivisie. Na Champions League, a situação não é menos impressionante: único clube com 100% de aproveitamento no Grupo C, os holandeses passam a impressão de que podem massacrar qualquer adversário que vier pela frente.

Depois de eliminar a Juventus e chegar à semifinal da Liga dos Campeões 2018/19, a tradicional equipe europeia reúne várias características que nos fazem acreditar que, sim, um raio pode cair duas vezes no mesmo lugar. Entenda os porquês.

1. Números (quase) nunca mentem

Eredivisie Ajax Amsterdam PSV Eindhoven Champions League
Estatísticas do time holandês impressionam / ANP Sport/GettyImages

Nenhum outro time das cinco principais ligas do Velho Continente chega próximo do aproveitamento ofensivo do Ajax: no torneio doméstico, são incríveis 37 gols feitos e somente dois sofridos em 10 compromissos.

Se somarmos o impressionante número aos dados da Champions League, teremos a imponente estatística de 48 bolas na rede. A média é de 3,42 gols por jogo. E olha que a temporada está só começando...

2. Sábio na área técnica

Erik Ten Hag Ajax Champions League Eredivisie
Erik ten Hag está no radar de outros gigantes europeus / BSR Agency/GettyImages

Nenhum time consegue ser tão equilibrado e letal ao mesmo tempo sem um treinador de qualidade. E Erik ten Hag é justamente essa figura. O holandês de 51 anos, aliás, caminha a passos largos para se tornar um dos melhores nomes da sua geração.

Apoiado na mistura de jovens talentos com experientes pilares, o técnico e seus comandados vão servindo um espetáculo aos seus torcedores na temporada 2021/22. Paralelamente, há outros gigantes europeus de olho nele...

3. Quarteto de ataque

Sebastien Haller Tadic Ajax Champions League
Haller e Tadic, duas das forças destruidoras do Ajax / BSR Agency/GettyImages

48 gols nas duas competições mais importantes do ano tinham que sair de algum lugar, certo? E a resposta está no fortíssimo quarteto de ataque da equipe: Sébastien Haller (13 gols e cinco assistências), Dusan Tadic (cinco tentos e 11 assistências), Steven Berghuis (cinco gols e sete assistências) e Antony (quatro tentos e duas assistências). O brasileiro costuma "infernizar" a defesa adversárias pelo lado direito...

4. Edson Álvarez e Lisandro Martínez, craques silenciosos

Edson Alvarez Erling Haaland Lisandro Martinez Borussia Dortmund Ajax Champions League PSV
Defensores souberam anular o poderio ofensivo do Borussia Dortmund / Soccrates Images/GettyImages

Quando destrinchamos elenco tão ofensivos assim é comum que meio-campistas e atacantes ganhem mais destaque. Contudo, seria injusto não dar o merecido destaque a Edson Álvarez e Lisandro Martínez, titulares absoluto no plantel de Erik ten Hag.

Juntos, o polivalente defensor mexicano e o habilidoso zagueiro argentino se transformaram em pilares do sucesso holandês. Martinez, aliás, conseguiu anular ninguém menos que Erling Haaland, estrela do Borussia Dortmund.

5. Equilíbrio que gera confiança

Olivier Boscagli Ajax PSV Champions League Danilo
Mentalidade ofensiva do Ajax tem feito vítimas na Europa / Soccrates Images/GettyImages

Por fim, mas igualmente importante aos pontos anteriormente levantados, a confiança do plantel é traduzida em desempenho dentro das quatro linhas. "Essa mentalidade ofensiva vem desde a base. Ganhar de 1 a 0 ou 2 a 0 não é o suficiente. Se puder fazer 6 ou 7 gols, mas se errar 2 eles vão falar: 'Por que errou os dois? Poderia ter vencido por 10'", relatou o brasileiro Danilo Pereira ao site da ESPN Brasil.

facebooktwitterreddit