Copa Libertadores

5 momentos em que a altitude foi cruel com os times brasileiros

Vitor Beloti
LDU conquista a Libertadores contra o Fluminense em 2008.
LDU conquista a Libertadores contra o Fluminense em 2008. / ANTONIO SCORZA/Getty Images
facebooktwitterreddit

A Copa Conmebol Libertadores e a Copa Sul-Americana são o desejo de cada clube brasileiro. Ano após ano os times entram em campo com a fome de conquistar um título continental, aumentando sua galeria de troféus e tendo mais visibilidade no cenário nacional e internacional. Mas às vezes, é preciso passar por outros empecilhos além dos adversários que disputam a competição.

Abaixo, listamos as 5 vezes em que a altitude prejudicou os clubes brasileiros.

1. LDU x Fluminense - 2008

Liga Deportiva footballers celebrates in
Jogadores da LDU comemoram o título internacional com seus torcedores. / ANTONIO SCORZA/Getty Images

A altitude de mais de 2.800 metros da capital equatoriana deu prejuízos para a equipe tricolor. Nesse jogo, o Fluminense saiu derrotado por 4 a 2, na qual era o primeiro confronto da final da Conmebol Libertadores. Com uma vantagem um pouco confortável após a primeira partida, a LDU conseguiu não tomar a virada no placar em pleno Maracanã e saiu campeã da América após as disputas de pênalti.

2. Real Potosí x Flamengo - 2007

Real Potosi's Edwin Rodriguez (L) follow...
Flamengo jogou contra dois adversários pela Libertadores em 2007. / JAVIER MAMANI/Getty Images

E mais uma vez um clube brasileiro sofreu com a altitude. Nesse caso, o Flamengo teve que encarar o Real Potosí em seu estádio que fica a 3.960 metros acima do nível do mar. O Rubro-negro conseguiu sair com o empate em 2 a 2 naquela ocasião, mas os jogadores tiveram sérios problemas respiratórios após a partida.

3. Binacional x São Paulo - 2020

Jean Deza
Binacional vence na altitude contra o São Paulo. / Pool/Getty Images

Pela primeira rodada da Libertadores 2020, o São Paulo teve que encarar dois adversários no Peru: o Binacional e a altitude. Com 3.800 metros acima do nível do mar, o tricolor paulista não conseguiu jogar o seu belo futebol e saiu derrotado por 2 a 1, de virada. A derrota foi prejudicial para a classificação do tricolor para às oitavas da competição.

4. The Strongest x Santos - 2021

Jair Reinoso
The Strongest bate o Santos em uma altitude de 3.600 metros acima do nível do mar. / Javier Mamani/Getty Images

Vice campeão da Libertadores em 2020, o Santos perdeu para o The Strongest por 2 a 1 e se complicou em seu grupo. O jogo foi realizado em uma altitude de 3.600 metros acima do nível do mar, no estádio Hernando Siles, em La Paz, na Bolívia. Mais uma vez a altitude prejudicando os brasileiros em campo.

5. The Strongest x Athletico Paranaense - 2014

FBL-LIBERTADORES-PARANAENSE-STRONGEST
Imperador marca, mas The Strongest vence o Athletico por 2 a 1 e elimina o furacão da Libertadores. / ORLANDO KISSNER/Getty Images

Na temida altitude de 3.660 metros acima do nível do mar, em La Paz, o Athletico-PR não conseguiu segurar a pressão contra o tigre boliviano, que se fez valer da velocidade e do maior pulmão para vencer por 2 a 1 e avançar às oitavas de final da Libertadores. A altitude é sempre um adversário a mais contra os brasileiros.

facebooktwitterreddit