5 jogadores que brilharam em seus times após jogar no River Plate de Marcelo Gallardo

Lucas Humberto
De Nacho Fernández a Carlos Sánchez: cinco jogadores que brilharam em seus respectivos times após jogar no River Plate de Marcelo Gallardo.
De Nacho Fernández a Carlos Sánchez: cinco jogadores que brilharam em seus respectivos times após jogar no River Plate de Marcelo Gallardo. / JUAN MABROMATA/Getty Images
facebooktwitterreddit

Muito além da tradição e do DNA vencedor, o River Plate de Marcelo Gallardo ficou conhecido pelo belo futebol praticado. Justamente por essa características tão marcante, alguns jogadores que saíram dos millonarios continuaram a brilhar em seus respectivos clubes. Nos gramados brasileiros, por exemplo, temos duas amostras do mais alto nível. Acompanhe.

1. Nacho Fernández (Atlético-MG)

Nacho Fernández Atlético-MG River Plate Argentina Marcelo Gallardo
Nacho Fernández contra seu ex-time / GUSTAVO GARELLO/Getty Images

O impacto do meio-campista no plantel de Cuca foi imediato. Em pouquíssimos meses, Nacho Fernández se estabeleceu como peça fundamental para as pretensões do Galo no decorrer do ano. Até o momento, o argentino faz uma temporada praticamente irretocável.

2. Germán Pezzella (Betis)

German Pezzella  Copa América Real Betis River Plate Fiorentina Europa
Pezzella sagrou-se campeão da Copa América / Fran Santiago/Getty Images

Consolidado na seleção argentina, Germán Pezzella deixou os gramados sul-americanos em 2015 e partiu rumo ao Velho Continente, onde defendeu as cores de Betis, na Espanha, e Fiorentina, na Itália. Atualmente no clube de LaLiga, o zagueiro participa ativamente da campanha.

3. Sebastián Driussi (Austin FC)

Sebastian Driussi MLS Zenit River Plate
Driussi está defendendo as cores do Austin, da MLS / Epsilon/Getty Images

Se você acompanha a Major League Soccer (MLS) de perto, sabe que a presença de atletas da América do Sul no torneio norte-americano é intensa. Ex-Zenit, o ponta-esquerda argentino está emprestando toda sua qualidade ao Austin FC, do Texas.

Apesar da campanha errática do time fundado em 2018, Sebastián Driussi contribuiu com seis participações em gols (três tentos + três assistências) em nove jogos. Pelo visto, o hermano de 25 anos começou com pé direito nos Estados Unidos.

4. Carlos Sánchez (Santos)

Carlos Sánchez Santos Brasileirão River Plate Monterrey
Sánchez virou um dos ídolos recentes do Peixe / Miguel Schincariol/Getty Images

Maior artilheiro estrangeiro da história santista, Carlos Sánchez deixou o River Plate para defender Puebla e Monterrey, ambos do México. No entanto, como já destacamos, o uruguaio está vivendo seus melhores anos no Alvinegro Praiano, onde está desde 2018 e se transformou em ídolo da torcida.

5. Marcelo Barovero (Atlético de San Luis)

Marcelo Barovero Burgos River Plate Monterrey Liga MX
Goleiro de 37 anos também teve uma rápida passagem pelo Burgos, da Espanha / Manuel Velasquez/Getty Images

Embora tenha construído sua carreira longe dos holofotes do futebol mundial, o arqueiro conquistou espaço e consequente reconhecimento no México.

Atuando na Liga MX, Marcelo Barovero levantou três taças no torneio doméstico, sendo as duas mais importantes com o Monterrey - campeonato nacional e Liga dos Campeões da CONCACAF.

facebooktwitterreddit