Brasileirao Série A

5 jogadores do Atlético-MG que têm presença obrigatória na seleção do Brasileirão

Lucas Humberto
Hulk foi um dos grandes protagonistas da histórica campanha do Galo
Hulk foi um dos grandes protagonistas da histórica campanha do Galo / Buda Mendes/GettyImages
facebooktwitterreddit

O jogo que sacramentou o bicampeonato nacional do Atlético-MG não poderia ter simbolizado mais a histórica campanha dos mineiros. Virada em cinco minutos de um time que soube manter a serenidade nos momentos mais conturbados.

A regularidade do Galo teve alguns nomes e sobrenomes - às vezes até apelidos. Pensando na seleção do Brasileirão 2021, que deverá sair nos próximos dias, elegemos cinco comandados de Cuca que têm presença obrigatória no XI ideal. Não dá pra citar todo mundo, certo?

1. Hulk

Protagonista. Ninguém brilhou tanto no Brasileirão quanto o artilheiro do campeonato. Até o momento, restando ainda dois jogos para a edição de 2021 estar oficialmente encerrada, Hulk teve nada menos que 25 participações em gols (18 tentos + sete assistências). São estatísticas de quem merece estar na seleção do torneio e também na Canarinho.

2. Guilherme Arana

Símbolo. Guilherme Arana representou a regularidade da campanha dos mineiros e, hoje, desponta como melhor lateral-esquerdo do país. Com folga, diga-se de passagem. Segundo dados do SofaScore, o jogador de 24 anos é o defensor com mais assistências e passes decisivos do Brasileirão desde 2020. Maestro!

3. Jair

Jair Atlético-MG Brasileirão
Jair foi um dos pilares do Galo / Pedro Vilela/GettyImages

Pilar. Suspenso no jogo do título, Jair mostrou ser uma espécie de craque silencioso. Nem sempre tendo seus feitos traduzidos em números, o camisa 8 teve a mesma importância que Hulk. Inimaginável pensar no plantel de Cuca com a mesma qualidade se não fosse a presença sempre primordial do volante.

4. Nacho Fernández

Ignacio Fernández Atlético-MG Brasileirão
Nacho em ação pelo Galo / Ricardo Moreira/GettyImages

Onipresente. Todo o frisson inicial causado pela chegada de Nacho Fernández provou ter sentido: o argentino desfilou altíssimo nível nos gramados brasileiros. Sempre entregando 110% de si, o meio-campista dançou conforme a música no Brasileiro, independente da posição. Merece destaque na seleção.

5. Matías Zaracho

Matías Zaracho Atlético-MG Brasileirão
Zaracho foi uma das revelações da temporada / Ricardo Moreira/GettyImages

Decisivo. A genialidade futebolística só vem com a idade? Matías Zaracho não concorda. Aos 23 anos, o argentino protagonizou uma temporada inesquecível em termos pessoais e, de quebra, caiu no gosto da torcida. A taça do Galo tem assinatura do meia-atacante, que será lembrado para sempre pelo golaço contra o River Plate.

facebooktwitterreddit