Champions League

5 jogadores decisivos na vitória que classificou o Manchester United na Champions League

Bia Palumbo
Red Devils lideram o grupo F
Red Devils lideram o grupo F / Aitor Alcalde/GettyImages
facebooktwitterreddit

No primeiro jogo após a saída do técnico Ole Gunnar Solskjaer, o Manchester United foi à Espanha e superou o Villarreal ao construir um placar de 2 a 0, resultado suficiente para garantir a classificação para as oitavas de final da Champions League.

Quem comandou os Red Devils de forma interina foi o ex-meio-campista Michael Carrick, de 40 anos, que pendurou as chuteiras em 2018 após realizar 462 jogos e marcar 23 gols com a camisa do time inglês.

1. De Gea

David De Gea
Goleiro espanhol apareceu bem quando foi exigido / Aitor Alcalde/GettyImages

Moi Gómez e Trigueros exigiram boas defesas do goleiro, que saiu de campo sem ser vazado e ao longo da temporada perdeu espaço na seleção da Espanha, mas nesta rodada colocou uma pulga atrás da orelha do técnico Luis Enrique

2. Fred

Juan Foyth, Fred
Fred participou da jogada de ambos os gols do United / Aitor Alcalde/GettyImages

O meio-campista brasileiro sentiu dores no tornozelo quando chegou ao ataque e caiu sozinho no gramado, mas recuperou-se e ajudou o time a neutralizar as ações ofensivas do rival, além de pressionar a saída de bola no lance do primeiro gol e fazer um desarme no lance que decretou a vitória

3. Cristiano Ronaldo

Cristiano Ronaldo, Geronimo Rulli
CR7: Cinco gols em cinco rodadas na Champions League / Soccrates Images/GettyImages

O roteiro dos jogos do Manchester United na Champions League parece um filme repetido, com dificuldades para criar e apresentar um bom futebol, até que o astro português mostra que o faro de gol continua apurado mesmo aos 36 anos de idade. E desta vez ele esbanjou categoria ao dar um toque de classe que encobriu Rulli após erro na saída de bola do goleiro argentino. Este foi o 799º dele na carreira, marca atingida em 1095 jogos.

4. Bruno Fernandes

Bruno Fernandes
Jogo contra o Villarreal colocou mais uma assistência na conta de Bruno Fernandes / Soccrates Images/GettyImages

Desta vez o português não brilhou - começou no banco de reservas, para a surpresa de alguns, mas o time deslanchou depois que ele entrou em campo e ainda deu tempo do camisa 18 dar uma assistência para Sancho matar o jogo aos 45 da etapa final

5. Lindelöf

Seguro, não cometeu faltas e ajudou a defesa a não ser vazada, além de ser o jogador de defesa com maior percentual no acerto de passes (92%)

Segundo informações que circulam na imprensa europeia, Mauricio Pochettino, do PSG, é o favorito para assumir o Manchester United. Desempregado desde que deixou o Real Madrid, Zidane apareceu entre os cotados, assim como Erik Ten Hag, do Ajax, Brendan Rodgers, do Leicester, e Julen Lopetegui, do Sevilla.

facebooktwitterreddit