5 heróis de Campeonato Estadual que talvez você não se lembre

Fabio Utz
O meia-atacante Rodrigo Mendes fez história ao marcar contra o Vasco no estadual de 1999.
O meia-atacante Rodrigo Mendes fez história ao marcar contra o Vasco no estadual de 1999. / VANDERLEI ALMEIDA/Getty Images
facebooktwitterreddit

Quem não se lembra do gol de falta de Petkovic que decidiu o Campeonato Carioca em favor do Flamengo em 2001? Ou o gol de barriga de Renato Portaluppi que deu o título estadual de 1995 ao Fluminense? Esses lances ficam, sem dúvida alguma, na memória de todos. No entanto, ao contrário de Pet e Renato, há, ao longo da história, os chamados heróis improváveis, que garantiram a taça regional a seus respectivos clubes. Agora que os Estaduais se encaminham para as retas decisivas, vamos recordar cinco deles?

1. Pedro Júnior (Grêmio)

Em um Beira-Rio lotado, o Grêmio perdia para o Inter por 1 a 0 (gol de Fernandão) e ficava sem o título do Gauchão de 2006. Isso até Pedro Júnior, que havia entrado no segundo tempo, desviar de cabeça uma cobrança de falta de Marcelo Costa, garantir o 1 a 1 e dar ao Tricolor a conquista pelo saldo qualificado.

2. Elivelton (Corinthians)

O meia garantiu o título paulista de 1995 ao Timão na prorrogação. Após empate por 1 a 1 no tempo normal diante do Palmeiras, coube a ele dar ao clube, pela primeira vez em sua história, uma vitória em decisão de título oficial contra o maior rival.

3. Antônio Carlos (Fluminense)

Foi aos 47 minutos do segundo tempo. Um gol de nuca do zagueiro garantiu ao Tricolor a vitória por 3 a 1 na final do Carioca de 2005. A partida contra o Volta Redonda estava indo para os pênaltis. Mas não foi.

4. Júnior Moraes (Santos)

O São Caetano podia até perder por 1 a 0 que ficaria com o título paulista de 2007. Era o placar que estava acontecendo até Júnior Moraes, de cabeça, marcar o gol salvador do Peixe. Impossível esquecer.

5. Rodrigo Mendes (Flamengo)

De um lado tinha Edmundo, Ramon, Donizete. Do outro, Romário, Fábio Baiano, Beto. Mas foi Rodrigo Mendes, de falta, que fez o gol que garantiu a conquista de 1999 ao Rubro-Negro frente ao Vasco. E olha que ele nem estava, ainda, no auge da carreira.

facebooktwitterreddit