5 grandes revelações do Barcelona que não foram aproveitadas pela equipe principal

FBL-ESP-CUP-BARCELONA-HUESCA
FBL-ESP-CUP-BARCELONA-HUESCA | JOSEP LAGO/Getty Images

As categorias de base do Barcelona são conhecidas por revelar grandes jogadores. O maior exemplo é Lionel Messi, que foi revelado pela equipe e foi muito bem aproveitado no time profissional, tornando-se um dos melhores jogadores da história do futebol. Entretanto, não é sempre que o Barça aproveita os atletas revelados por ele. Confira agora cinco grandes revelações do Barcelona que não foram aproveitadas pela equipe.

1. Dani Olmo

Dani Olmo
TSG 1899 Hoffenheim v RB Leipzig - Bundesliga | Pool/Getty Images

Dani Olmo jogou nas divisões de base do Barcelona por muito tempo, entre 2007 e 2014. Olmo nunca chegou a atuar como profissional na equipe espanhola, já que em 2014, quando tinha 16 anos, ele se transferiu para o Dinamo Zagreb.

2. Adama Traoré

Friendly - "Napoli v FC Barcelona"
Friendly - "Napoli v FC Barcelona" | VI-Images/Getty Images

Adama Traoré chegou ao Barcelona com 8 anos de idade. Ele disputou apenas 4 partidas na equipe profissional, no período entre 2013 e 2015. Transferiu-se para o Aston Villa em 2015, para o Middlesbrough em 2016 e desde 2018 está no Wolverhampton, com seu físico impressionante. Em 2020 estreou na seleção espanhola.

3. Carles Pérez

Carles Perez
FC Barcelona v RCD Mallorca - La Liga | Quality Sport Images/Getty Images

Diferente de Dani Olmo, Carles Pérez chegou a jogar oficialmente pela equipe profissional do Barça. Ele jogou um total de 11 jogos entre 2018 e 2020, quando acabou sendo transferido para a Roma em uma negociação que envolveu a quantia de 11 milhões de euros.

4. Takefusa Kubo

Takefusa Kubo
U-12 Junior Soccer World Challenge 2013 in Japan | Koji Watanabe/Getty Images

O japonês chegou à base do Barça em 2011, quando tinha apenas 10 anos. Em sua primeira temporada completa no clube foi o artilheiro em sua categoria. Porém, posteriormente foi descoberto que o clube violou a política de transferências internacionais da FIFA para jovens menores de 18 anos. A consequência foi que Kubo não poderia jogar pelo Barcelona até completar 18 anos. Ficou um ano sem jogar, foi ao Japão e voltou à Espanha em 2019, mas para assinar com o Real Madrid.

5. Eric García

Eric Garcia
Portugal v Spain -International Friendly | Soccrates Images/Getty Images

O defensor foi revelado nas categorias de base do Barcelona, mas com apenas 16 anos e sem ter feito a sua estreia na equipe profissional, foi contratado pelo Manchester City por 1,7 milhões de euros. Em 2019 foi promovido ao plantel principal comandado por Guardiola e hoje, aos 19 anos, custa em torno de 20 milhões.